Prefeitura pede que Corumbaenses cumpram as recomendações e evitem circulação

Natalia Leal Capille Serra 20 de março de 2020
Prefeitura pede que Corumbaenses cumpram as recomendações e evitem circulação

Diariamente aumenta o número de casos conformados do Novo Coronavírus no Brasil e no nosso Estado. No momento Corumbá não possui caso confirmado, mas visando a proteção da população frente à disseminação, a Prefeitura publicou o decreto n°2.263 que prevê uma série de medidas, recomendadas pelo Ministério da Saúde, para evitar a propagação local.

Dentre elas a suspensão de eventos, das aulas  de rede municipal, o que fez com que escolas particulares também aderissem  à paralisação.

Todas as pessoas que retornarem do exterior, ou de áreas de transmissão comunitária, como Rio e São Paulo, deverão permanecer em isolamento domiciliar por 7 (sete) dias, mesmo que não apresente qualquer sintoma relacionado ao COVID-19.

Como medidas individuais foi recomendado que pacientes com sintomas respiratórios como coriza e que não implique em falta de ar, procurem as unidades de saúde da família para o seu atendimento e fiquem restritos ao domicílio, pessoas idosas e portadores de doenças crônicas evitem a circulação em ambientes com aglomeração de pessoas.

O Secretário de Saúde, Rogério Leite explica “a qualquer momento podemos ter um caso suspeito em Corumbá, por isso a administração municipal já tomou inúmeras medidas, estamos seguindo a orientação da OMS, pesquisas mostram que o isolamento domiciliar é a melhor forma de evitar a propagação”.

O Prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes, pede que a população tenha calma, “não há motivo para pânico, é um momento de cautela e prevenção. Adotamos medidas que poderão ser revistas a qualquer momento, a cooperação da população é fundamental, temos que nos reguardar e permanecer em casa sempre que possível, nosso objetivo é proteger a saúde de todos”.