Novo Pronto-Socorro dará maior qualidade à assistência médico-hospitalar em Corumbá

Renê Marcio Carneiro 7 de janeiro de 2020
Novo Pronto-Socorro dará maior qualidade à assistência médico-hospitalar em Corumbá

Em fase final de construção, o novo Pronto-Socorro dará maior qualidade à assistência médico-hospitalar em Corumbá. A nova estrutura está sendo instalada na esquina das ruas América e Sete de Setembro. A previsão é de entrega neste primeiro semestre do ano.

O prefeito Marcelo Iunes esteve no canteiro de obras na manhã desta terça-feira, 07 de janeiro. Ele destacou o andamento dos serviços e a importância para a região de Corumbá. “É um prédio moderno e amplo para atender nossa população. É uma obra grande, que vai vir para solucionar o problema da saúde do povo corumbaense e da região. Está com cerca de 70% concluídos e, brevemente, entrando na fase de acabamento”, afirmou o chefe do Executivo Municipal.

A construção do novo pronto-socorro de Corumbá pertence ao projeto de reforma e ampliação da Santa Casa, executado pela Prefeitura Municipal em parceria com o Governo do Estado. Para Iunes, esse alinhamento está sendo fundamental para a execução da obra que vai ser de suma importância para melhorar o pronto atendimento não só à população corumbaense, mas também a de Ladário e das cidades bolivianas de fronteira que se beneficiam da saúde local – totalizando público flutuante de aproximadamente 150 mil pessoas.

Encarregado pela obra, Márcio Ferreira Toledo, disse que o serviço apresenta bom ritmo de trabalho. “A obra apresenta um andamento muito bom. A conclusão, acredito, que até o mês de maio”, informou.

A nova estrutura do Pronto-Socorro terá 3,6 mil metros quadrados distribuídos entre salas de emergência, ambulatório, enfermaria, receptivo e setor de triagem. Totalmente equipado para atendimento de urgência e emergência, o novo pronto-socorro mudará radicalmente o padrão de assistência médico-hospitalar em Corumbá.

O projeto ainda prevê reforma do atual prédio do hospital; construção de uma recepção geral; ativação de 30 leitos; reestruturação completa do centro obstétrico e da enfermaria da maternidade; e aquisição de equipamentos.

O Estado, por meio de convênio com a Prefeitura, destinou R$ 11,9 milhões para as obras de ampliação e adequação da Santa Casa, fundada em 1904. Os recursos são aplicados no novo Pronto-Socorro e na reforma do centro obstétrico.