Comitê Intersetorial para o combate à dengue se reúne

Comitê Intersetorial para o combate à dengue se reúne

Natalia Leal Capille Serra 14 de janeiro de 2020

Na manhã do dia 14 de janeiro membros do Comitê Intersetorial para o combate à Dengue, Chikungunya e Zica Vírus se reuniram, no Auditório da Prefeitura de Corumbá, para estudar a situação do Município.

Dados mostram que Corumbá está em epidemia, até o dia 14 de janeiro já foram realizadas 218 notificações, sendo que 9 foram confirmadas pelo exame do Laboratório Central de MS-LACEM, sendo que um caso de dengue grave, conhecida por hemorrágica, evoluiu para óbito. Os casos se concentram princialmente nos bairros Cristo Redentor, Popular Velha, Centro, Dom Bosco e Aeroporto.

Durante a reunião a Secretária Adjunta da Saúde, Vanessa Delgado, pediu a ajuda de entidades civis, “o momento é de somar esforços, precismos do apoio de todos os setores da sociedade para que mais pessoas não venham a sofrer”.

O Prefeito, Marcelo Iunes, que estava presente na reunião, declarou “o trabalho preventivo é feito o ano todo, antes de começar o período chuvoso os agentes já estavam nas ruas. Na Prefeitura todos estão engajados nesta luta, a saúde, meio ambiente, infraestrutura e educação. Mas precisamos muito do apoio dos moradores, principalmente daqueles residentes nos bairros mais críticos, para que mantenham seus quintais limpos e que não joguem lixo nas ruas ou em terrenos baldios”.

A Secretaria de Saúde de Corumbá disponibiliza telefones para moradores denunciarem os locais como terrenos baldios e imóveis abandonados, com possíveis foco. O anonimato é garantido.

Os números são: 0800 647 2255 / 0800 647 2109 / 3233-2783.

Os principais sintomas são febre alta; dores musculares intensas; dor ao movimentar os olhos; mal-estar; falta de apetite; dor de cabeça e manchas vermelhas no corpo.

A transmissão ocorre através da picada do mosquito Aedes aegypti. Por isso, as a importância da população tomar medidas que evitem a proliferação do mosquito transmissor, como deixar água acumulada.

As principais medidas de prevenção e combate ao Aedes aegypti são:

  • Manter bem tampados tonéis, caixas e barris de água;
  • Lavar semanalmente com água e sabão tanques utilizados para armazenar água;
  • Manter caixas d’agua bem fechadas;
  • Remover galhos e folhas de calhas;
  • Não deixar água acumulada sobre a laje;
  • Encher pratinhos de vasos com areia ate a borda ou lavá-los uma vez por semana;
  • Trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana;
  • Colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas;
  • Fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais;
  • Manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo;
  • Acondicionar pneus em locais cobertos;
  • Fazer sempre manutenção de piscinas;
  • Tampar ralos;
  • Colocar areia nos cacos de vidro de muros ou cimento;
  • Não deixar água acumulada em folhas secas e tampinhas de garrafas;
  • Vasos sanitários externos devem ser tampados e verificados semanalmente;
  • Limpar sempre a bandeja do ar condicionado;
  • Lonas para cobrir materiais de construção devem estar sempre bem esticadas para não acumular água;
  • Catar sacos plásticos e lixo do quintal.

Relacionados