FISH TV destaca Plano de Turismo de Corumbá, elaborado com apoio do Sebrae-MS

O canal FISH TV publicou nesta terça-feira, 07 de julho, matéria apresentando o Plano Municipal de Turismo de Corumbá, que foi construído pela Prefeitura Municipal, por meio da Fundação de Turismo do Pantanal, em parceria com o Sebrae-MS, que ofereceu consultoria técnica na elaboração do projeto, execução e finalização.

Para o meio de comunicação que tem a pesca como tema principal de suas matérias, por ser Corumbá um dos principais destinos de pesca do Brasil, o documento traça diretrizes e metas visando o aperfeiçoamento do segmento para os próximos anos. Com essa visão, a pesca esportiva recebeu atenção em diferentes frentes, com planejamentos que buscam ampliar o campo de atuação de quem trabalha com a prática.

O Gerente de Politicas de Turismo da FUNDTUR, Carlos Espindola, respondeu vários questionamentos ao FISHTV, como:

Fish TV – O plano quer aperfeiçoar os empreendimentos de pesca esportiva. Como será esse processo?

Carlos – As ofertas dos empreendimentos de pesca esportiva estão adequadas para atender os requisitos desse mercado, assim como o aperfeiçoamento das empresas e espaços públicos. Estão previstas no Plano aprimorar os produtos existentes, direcionar e ampliar a oferta com maior competitividade no mercado. Atualmente, a pesca esportiva é realizada principalmente pelos barcos hotéis e pousadas no Pantanal. A oferta é realizada pelas empresas diretamente aos clientes através de site, redes sociais, feiras e indicações de clientes. A estratégia é se posicionar como um dos melhores destinos de pesca esportiva do Brasil.

Para a realização desses objetivos serão priorizadas as seguintes ações: modernizar os equipamentos existentes; incentivar a implantação de melhorias, inovações e experiências nas empresas; incentivar a abertura de novos equipamentos; fortalecer a identidade do destino, através dos empreendimentos; promover o uso de tecnologias ambientais de ponta nos equipamentos turísticos como experiência de preservação ambiental.

Fish TV – No texto há a citação de um campeonato de pesca. De que forma será realizada essa competição?

Carlos – Esse Campeonato está previsto no Plano com o objetivo de fortalecer a pesca esportiva como uma prática sustentável dessa modalidade no rio Paraguai. Tanto é que a Prefeitura de Corumbá, em parceria com governos e empresários, já iria realizar o Festival Internacional de Pesca Esportiva de Corumbá. Ocorreria entre os dias 3 e 5 de abril. No entanto, em decorrência da pandemia, não foi possível sua realização. Mas está no planejamento para o ano de 2021. Essa competição teria modalidades infantis e adultas, com regulamento inovador.

Fish TV – Sobre as adequações quanto ao mercado de ecoturismo, ainda há muito o que avançar para chegar no que é esperado pelo plano?

Carlos – Antes de mais nada, é preciso dizer que o segmento de pesca esportiva é a mais forte atividade turística no município. Isso fica comprovado pela estrutura existente, seja de barcos, barcos-hotéis e pousadas, que são voltados exclusivamente para a pesca esportiva. Isso também fica bastante evidente pelo quantitativo de mão-de-obra empregada. Só para ilustrar, para cada turista que vem pescar, em média uma pessoa é empregada. No entanto, Corumbá é uma referência quando se fala em Pantanal, o que significa uma vocação natural para o Ecoturismo. Esse segmento ainda é pouco explorado. Mas temos inúmeros atrativos naturais de grande valor para aqueles que apreciam a natureza. Além do rio Paraguai, a quantidade de animais, a rica flora e a Estrada Parque Pantanal, há toda uma história por trás disso que, embrionariamente, alguns empresários já se manifestam.

Com a estrutura da pesca, barcos-hotéis começam a fazer cruzeiros fluviais em época de proibição da pescaria. Temos excelentes estruturas ao longo da Estrada Parque, Porto Morrinho, Porto da Manga, Nhecolândia, Albuquerque e Serra do Amolar. Para isso, serão utilizadas estratégias de marketing, realização de fampress, famturs, contatos com jornalistas e influencers. Além dos mercados existentes, pretende-se também avançar também para países como Bolívia e Paraguai..

Histórico

O Plano Municipal foi sancionada pelo Prefeito Marcelo Iunes a Lei nº 2.727, de 22 de junho de 2020, que dispõe sobre  a aprovação Plano Municipal de Turismo.

A Lei tem validade para o quadriênio 2020/2023. Segundo o chefe do Executivo Municipal, é a primeira vez que o município de Corumbá tem um Plano específico para o desenvolvimento do turismo. Segundo a Diretora-Presidente da Fundação de Turismo do Pantanal, Elisangela Oliva, “esse Plano será um norte para a implementação de políticas pública e privadas, que tenham como objetivo efetivar a turismo como uma importante atividade econômica para Corumbá”.

Esse documento foi construído ao longo do ano de 2019. Para tanto, Foram realizadas quatro audiências públicas com o envolvimento de do trade de Corumbá, Ongs, empresários de outros setores, poder público em vários níveis. Ao final foi realizada uma audiência, na qual foi aprovado o relatório final com todas as propostas. Para a construção da metodologia e elaboração do plano a FUNDTUR contou com a parceria do SEBRAE – MS de Mato Grosso do Sul.

Veja a matéria na íntegra no link:

https://www.fishtv.com/noticias/turismo/corumba-apresenta-plano-municipal-de-turismo?fbclid=IwAR1efwnrDwPHIGGTEjL1VQ0KLlweZBXIwTZ0M2nIYW2dn_I-MYb4650xIqM