Com melhor Plano de Carreira do Brasil, Professores de Corumbá tem 6,42% de reajuste

Os Profissionais de Educação da Prefeitura de Corumbá receberão o salário de julho com o reajuste de 6,42%. O aumento foi autorizado pela Lei Complementar 257, sancionada pelo Prefeito Marcelo Iunes no dia 30 de março, bem antes da promulgação da Lei Complementar nº 173/2020, do Governo Federal, que restringiu aumentos para os servidores públicos.

Esse é o segundo reajuste que a categoria recebe só neste ano. No primeiro, concedido em abril e que repôs o salário pago entre 2019 e 2020 e reivindicado pela categoria, teve o aumento de mais 5,13%.

Com a porcentagem acrescida neste mês, os professores da Rede Municipal de Ensino de Corumbá (REME) passam a ganhar o segundo melhor salário de Mato Grosso do Sul, entre os municípios.

“O piso municipal para quem tem magistério 40h está no valor de R$ 4.263,92. Destacamos que em nosso quadro possuímos todos os profissionais da educação já com Graduação, estes em início de carreira, recebem R$ 4.488,34 por 40 horas trabalhadas. De acordo com a última tabela divulgada pela FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação do MS), somos o segundo Município que melhor valoriza financeiramente seus professores”, afirmou o Secretário Municipal de Educação, Genilson Canavarro de Abreu.

O Secretário ainda observou que Corumbá tem o melhor Plano de Cargos e Carreiras para professores do Brasil. “Nenhuma cidade no País oferece tantas condições para que os Profissionais de Educação se capacitem e tenham mais condições de ensinar nossos alunos como a Prefeitura de Corumbá”, completou Genilson.

“Um professor, em início de carreira e que tenha uma pós-graduação lato sensu, passa a receber R$ 5.834,84 para 40 horas de trabalho. Se esse educador possuir uma pós-graduação stricto sensu mestrado, o salário vai para R$ 7.181,34. Já para os profissionais com stricto sensu doutorado, o vencimento chega a R$ 8.976,68, em início de carreira. Isso sem contarmos a progressão horizontal classificada por letras (letra A, B, C, D, E, F, G e H), concebidas a cada quinquênio de efetivo exercício, detalhou a subsecretária de Educação, Maria do Carmo Provenzano Brum”.

“A Educação é prioridade em nossa gestão e estamos mostrando isso com ações efetivas. Entregamos uniformes e kits escolares aos alunos de forma contínua, disponibilizamos merenda de qualidade, estamos reformando as escolas e também valorizamos os professores, pagando um salário digno e oferecendo, pela Secretaria de Educação, formações continuadas”, completou o prefeito Marcelo Iunes.

Técnicos

Graças a Lei Complementar Nº 258, assinada pelo prefeito Marcelo Iunes no dia 2 de abril, os Técnicos de Educação Infantil, obtiveram novo enquadramento, como Técnicos de Organização Escolar II, com reajuste de 72% em seus vencimentos base. Eles atuam nas creches da Rede Municipal de Ensino (REME) e auxiliam os professores a cuidarem e educarem as crianças de 0 a 5 anos. Com o reenquadramento, o salário-base da categoria passou de R$ 1.405,27 para R$ 2.419,11 por mês.

“Salientamos que todo o quadro técnico administrativo foi valorizado e em alguns casos enquadrados dentro de suas respectivas carreiras pela Lei supracitada”, reforçou Genilson Canavarro de Abreu.

A medida também beneficiou os Técnicos de Laboratório; Técnico de Higiene Dental; Técnico de Enfermagem; Técnico de Radiologia; Agente de Fiscalização Sanitária; Técnico de Serviços de Saúde II – Cuidador em Saúde Mental; Técnico de Serviços de Saúde II – Tecnologia da Informação; Técnico de Serviços de Saúde II – Técnico em Segurança no Trabalho; Desenhista Projetista e Fiscal de Posturas.