Ação emergencial do Povo das Águas levou atendimento a quase 200 famílias

A 3ª Operação Emergencial do Programa Social Povo das Águas, realizada no período de 15 a 23 de maio, atendeu 197 famílias na região do Alto Pantanal, onde foram prestados serviços para os moradores do Tuiuiú/Piuval; Capim Gordura; Castelo; Ilha Verde; Paraguai Mirim; São Francisco/Porto São Pedro/Bonfim; Amolar e Barra do São Lourenço e Rio São Lourenço. A ação aconteceu em parceria com a Marinha do Brasil.

Foram realizados 113 atendimentos médicos, 251 atendimentos de enfermagem, atendimentos odontológicos e 215 procedimentos odontológicos, além de da entrega de 245 kits de escovação e 161 ações de aplicação de flúor. Também foram aplicadas 307 doses de vacinas diversas para 210 pessoas e 05 curativos foram realizados.

As equipes do Povo das Águas ainda fizeram o atendimento a 20 urgências de pessoas com pressão alta. Três ribeirinhos receberam medicação endovenosa (inalação) e houve ainda a administração de 22 medicações injetáveis e 15 pessoas receberam administração de vitamina A.

Ainda houve 17 ações de planejamento familiar (medicação); 59 atendimentos para hipertensão arterial, 12 diabetes melitus e 04 em saúde mental; 04 gestantes foram atendidas. Também foram executados 08 testes rápidos de gravidez e 32 atendimentos médicos de crianças.

Também foram realizados, pela 3ª Operação Emergencial do Programa Social Povo das Águas, a entrega de 220 cestas básicas; 220 cobertores cedidos pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos; houve o repasse de 184 máscaras para proteção ao novo Coronavírus, doadas pela empresa Vale, por intermédio da ECOA e distribuídas no Paraguai Mirim e Porto São Francisco; 60 máscaras doadas pela professora Vitória Regina Garcia da Silva Kassar foram distribuídas ao longo do rio São Lourenço.

O CRAS Itinerante realizou o atendimento a 197 famílias, houve 62 encaminhamentos e orientações; 197 atualizações do PAIF e 07 visitas domiciliares.

A Operação Emergencial realizou 08 palestras com orientações sobre ações preventivas a pandemia do Covid-19. Essas ações contaram com participação de médicos da Marinha; técnicas da Assistência Social, por meio do CRAS Itinerante e pela coordenação do Povo das Águas.

O comando do navio Almirante Leverger, que transportou a equipe do Povo das Águas, solicitou, no retorno para a cidade, à coordenadora Elisama Cabalhero, palestras para a tripulação abordando os temas ‘Violência Doméstica’ e ‘Lei Maria da Penha’. As palestras, com participação da servidora do CRAS Itinerante, foram feitas para as equipes de cabos, subsargentos e outros praças.

O Povo das Águas é coordenado pela Secretaria Especial de Cidadania e Políticas Públicas e conta com a participação de servidores da Educação, Saúde, Assistência Social, Agricultura Familiar, da Defesa Civil, além de voluntários.

**Foto: Clóvis Neto/PMC