Prefeitura instituiu Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, criou o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COES) para auxiliar na definição de diretrizes municipal para vigilância, prevenção e controle, bem como o acompanhamento e avaliação das ações contra o Novo Coronavírus (COVID-19).

A Resolução nº 58, publicada na edição dessa terça-feira, 17, do DIOCORUMBÁ estabelece que o COES será composto por membros da Secretaria Municipal de Saúde e áreas ligadas à Saúde Pública, envolvidos em eventos de importância nacional, estadual e municipal na emergência do Novo Coronavírus.

Centro de Operações de Emergência será formado por representantes de todas as áreas de saúde pública envolvidas na atuação em situações de emergência de saúde, em caráter permanente, e com a seguinte composição:

Gabinete da Secretaria Municipal de Saúde; Gerência de Vigilância em Saúde; Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica; Coordenadoria de Vigilância Sanitária; Coordenadoria de Vigilância Ambiental em Saúde; Laboratório Municipal; Gerência de Atenção em Saúde e: Coordenadoria de Atenção Primária; Coordenadoria da Rede de Urgência e Emergência;

Coordenadoria da Atenção a Saúde Especializada; Gerência de Gestão e Operação em Saúde e: Coordenadoria de Assistência Farmacêutica; Núcleo de Educação Permanente em Saúde; Gerência de Atenção em Saúde Bucal; Assessoria Técnica e Jurídica da Saúde; Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde; e ANVISA.

São atribuições do COES:

Coordenar e executar as ações da saúde no âmbito municipal junto aos demais grupos, comissões, comitês e câmaras que atuam em situação emergencial relacionadas ao Novo Coronavírus;

Apoiar os municipais na estruturação das vigilâncias em saúde, bem como realizar o monitoramento, acompanhamento e avaliação de emergência;

Implantar e manter atualizados o cadastro de recursos humanos, materiais e equipamentos a serem convocados e utilizados em situação de emergência;

Executar distribuição e o controle dos medicamentos, insumos farmacêuticos e

produtos para a saúde necessários ao abastecimento da população;

Capacitar recursos humanos para atuação frente a Epidemia na vigilância, diagnóstico e tratamento do Novo Coronavírus;

Definir os meios e formas de comunicação à população e adotar medidas que facilitem a tomada de decisões com otimização das respostas do setor saúde;

Sensibilizar os gestores e lideranças comunitárias para adoção de medidas preventivas;

Elaborar os fluxogramas de responsabilidade e atividades necessárias para desencadear a resposta ao Novo Coronavírus;