Com extensa carreira nacional, ator André Mattos grava documentário em Corumbá

O prefeito Marcelo Iunes recebeu nessa terça-feira, 3 de março, a visita do ator, roteirista, diretor e produtor cinematográfico André Mattos. Famoso por ter interpretado personagens como “Dom João VI” da minissérie O Quinto dos Infernos, “Padilha” na novela Prova de Amor, e “Jorge Luis Ochoa” no seriado Narcos, da Netflix, ele também é lembrado pelo personagem “Seu Fininho”, que interpretou muitas vezes na Escolinha do Professor Raimundo, e pelo marcante papel em Tropa de Elite 2, quando deu vida ao “Deputado Fortunato”.

Mattos e sua equipe estão na cidade gravando um documentário ficcional que tem o Pantanal como cenário principal. “Trata-se da história do Lucas Evangelista, capitão-de-fragata, e que quando nasceu tinha um sonho: se tornar oficial de Marinha. A gente vai contar essa história com pano de fundo a exuberância natural deste lugar maravilhoso”, detalhou.

“A gente pega a história dele desde o dia que nasceu até ele se tornar, na nossa ficção, almirante. Contamos essa história, onde ele tem uma missão a cumprir: entregar um pacote muito importante que zarpa da Base Naval de Ladário em direção ao porto Gregório Curvo. Para essa missão ele tem um tempo, e esse tempo tem que ser cumprido para que ele possa ser promovido a contra-almirante”, continuou o diretor.

“É uma luta contra – e ao mesmo tempo a favor – da natureza, porque sabemos que o Rio é tão belo quanto terrível. A natureza toda é assim”, completou André Mattos. A história de Lucas Evangelista é baseada na vida de Antônio Sérgio Borges Oliveira, militar reformado da Marinha e que serviu por quase 10 anos entre Corumbá e Ladário.

“De 97 a 2000 servi no Grupamento de Fuzileiros Navais, em Ladário, e de 2007 a 2010 na Capitania Fluvial do Pantanal, aqui em Corumbá. Fiz bons amigos nessa região, inclusive no Mestrado em Estudos Fronteiriços oferecido pela UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul)”, contou o protagonista do documentário. O diretor de fotografia, Ajurimar Sales, e Adenaldo Souza Miranda também integram a equipe que produz o filme.

O prefeito Marcelo Iunes colocou a Prefeitura à disposição do grupo e destacou a importância de divulgar a cidade e a região pantaneira para todo o País. “Muito se fala em Amazônia, mas o Pantanal também é um ecossistema muito rico, muito bonito e que preservado pelas pessoas que vivem aqui. Precisamos mostrar essa riqueza para todo o Mundo”, afirmou.

O empresário Sami Ziad Ybraim, que atua no setor de turismo de pesca, e o chefe de Gabinete, Elbio dos Santos Mendonça, também participaram do encontro, realizado no Paço Municipal.

Experiência única

André Mattos afirmou que já conhecia profissionalmente o Mato Grosso do Sul, mas que ficou encantado pelo Pantanal agora, quando teve a oportunidade de passar mais tempo na região. “São sete dias no Pantanal, conversamos hoje com o prefeito Marcelo (Iunes), ontem com o capitão-de-mar-e-guerra Araquem, hoje com uma historiadora, um historiador e ainda vamos captar depoimentos de um piloteiro, um senhor maravilhoso”, descreveu.

“Vamos buscar entender um pouco da história desse lugar, e isso é a coisa mais importante que existe. A função do artista é essa, mostrar nacional e planetariamente, vamos chamar assim, a nossa história, a história do Brasil, do Mato Grosso do Sul, de Corumbá. Já estive no MS outras vezes, mas dessa vez estou tendo essa oportunidade de conhecer, de comer essa carne de jacaré que é maravilhosa”, disse o ator, que completou: “Nossa missão aqui é mostrar para o Brasil o cheiro, o som o gosto e o tato do Pantanal sul-mato-grossense”.