Saúde intensifica as ações de prevenção as IST no período do Carnaval

A Secretaria de Saúde de Corumbá por intermédio do Centro de Saúde Dr. João de Brito, Programa Municipal de IST/AIDS/HIV está intensificando as campanhas educativas a fim de conscientizar a população sobre os cuidados com a saúde durante a folia e de estimular o uso de preservativos.

Servidores da Saúde visitaram os ensaios técnicos das escolas de samba, distribuindo preservativos masculinos e femininos, gel lubrificante e material educativo. No dia 19 as ações foram no Bloco Sandálias de Frei Mariano, no dia 20 no desfile de fantasias e no bloco chupeta, e de 21 a 25 na passarela do samba.

Dados do último boletim epidemiológico do HIV/Aids do Ministério da Saúde mostram que o HIV cresce mais entre os jovens brasileiros. A maioria dos casos de infecção pelo HIV no país é registrada na faixa de 20 a 34 anos (52,7%). Por isso é importante reiterar que a precaução deve persistir durante todo o ano. A camisinha é o método contraceptivo mais barato e de fácil acesso, com distribuição gratuita nos postos de saúde, além de evitar a transmissão de doenças.

Quem tem relação sexual desprotegida pode contrair uma IST. Não importa idade, estado civil, classe social, identidade de gênero, orientação sexual, credo ou religião. A pessoa pode estar aparentemente saudável, mas pode estar infectada por uma IST.

As infecções transmitidas por relação sexual são causadas por mais de 30 vírus e bactérias através do contato, sem o uso de camisinha, com uma pessoa que esteja infectada. Desta forma, abrir mão do uso do preservativo nas relações expõe a pessoa e os parceiros com as quais ela se relaciona.