Marquês de Sapucaí conta a história de Corumbá em seus 241 anos

A G.R.E.S Marquês de Sapucaí desfila na passarela do samba este ano com o enredo “Corumbá identidade Cultural sem igual”, escrito pelo campo-grandense Thiago Brito.

De acordo com a presidente da escola Odeti Brincker de Oliveira a escola vem trazendo um samba-enredo que nunca foi falada, que nunca foi contada para os jovens nos dias de hoje.

“Vamos contar a história de Corumbá, falar sobre as duas guerras que aconteceram, falar sobre as duas santas importantes que são Nossa Senhora do Carmo e Nossa Senhora do Pantanal. Além mostrar o carnaval, a cultura, contar um pouco dos causos do Minhocão e do Frei Mariano, da fábrica de cerveja que já existiu aqui na cidade”, explicou Odeti.

A comissão de frente continua a cargo do Marcelo Samaniego Martins, que já ocupa esse cargo há três anos, e este ano ele representará a guerra entre Brasil e Paraguai, quando invadiram Forte Coimbra.

Este ano serão dois mestres de bateria Manoel e Luciano, que comandam 70 ritmistas juntamente com a rainha de bateria Vanessa Contreras. A escola vem com 700 componentes, dividida em 19 alas e com 05 carros alegóricos e um tripé.

FICHA TÉCNICA

Presidente: Odeti Brincker de Oliveira

Carnavalesco: Manoel Júnior

Diretor de carnaval: Manoel Júnior

Enredo: “Corumbá identidade Cultural sem igual”

Compositores: Thiago Britto

Mestre de bateria: Manoel e Luciano Velásquez

Rainha de bateria: Vanessa Contreras

Ritmistas: 70

Mestre sala e porta bandeira: Fábio e Ana Paula 

Carros alegóricos: 5 + 1 tripé

Alas: 19

Componentes: 700

Cores: verde, lilás, branco, azul e amarelo

Fundação: 29/02/1988

**Texto: Vivian Kelly

**Foto: Gisele Ribeiro/PMC