Decisão da Justiça mantém segurança privada no Carnaval de Corumbá

Duzentos seguranças privados estão trabalhando em cada uma das noites do Carnaval de Corumbá. A empresa contratada pela Prefeitura reforça o trabalho realizado pela Polícia Militar e pela Guarda Municipal, assegurando que festa ocorra de forma tranquila e ordenada.

Neste sábado, o juiz Luiz Antônio Cavassa de Almeida derrubou a decisão liminar que suspendia a contratação emergencial da segurança privada. Em sua decisão, o magistrado destacou a necessidade do reforço das Forças de Segurança Pública durante o evento..

“Primando pela segurança, preservação da ordem e da incolumidade da população que irá frequentar as festividades carnavalescas de Corumbá, tenho que o pedido de tutela de urgência deverá ser concedido”, sentenciou.

O secretário municipal de Segurança, Edson Panes de Oliveira Filho, explicou que não existe nenhum impedimento judicial contra a empresa contrata e nem contra o Município.

“O que existe é a impossibilidade momentânea de se utilizar o processo licitatório feito pela Fundação de Cultura no ano passado e que está sob análise no Tribunal de Contas do Estado, aguardando julgamento pelo pleno, inclusive com o voto do conselheiro relator favorável ao município”.

“A população e os turistas podem aproveitar o Carnaval tranquilamente. A Prefeitura fez todo o possível para garantir um grande efetivo na Segurança durante toda a festa”, completou o secretário.