Saúde realiza ação do Novembro Azul no Centro POP

Profissionais do Programa Consultório na Rua em parceria com a Assistência Social realizaram uma ação no Centro Especializado de Pessoas em Situação de Rua, Centro POP, no dia 22 de novembro,  no intuito de conscientizar a população de masculina sobre o câncer de próstata, motivar a fazerem exames preventivos, e de romper o preconceito que ainda há sobre o tema.


O câncer de próstata é o câncer mais frequente entre o sexo masculino, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma.

A enfermeira, e coordenadora do programa, Letícia Benites, falou sobre a prevenção, os sintomas e o tratamento “de uma maneira bem clara, e que eles entendam abordamos os principais assuntos relacionados ao câncer de próstata, levando em consideração a realidade local. Deixamos eles bem à vontade, e mostramos que se quiserem estamos aqui para auxiliá-los a cuidar de sua saúde, encaminhando para consulta médica e demais serviços que forem necessários”.

A abordagem foi tão adequada e clara que diversos homens que estavam presentes resolveram procurar um médico e realizar o exame, como Sérgio Ricardo, de 51 anos, “por muitos anos eu tive comportamentos de risco que favorecem aparecimento de doenças, como o câncer, esta é uma oportunidade de cuidar da minha saúde, quero fazer a consulta médica e o exame de sangue”, contou Sérgio.

A ação teve a parceira do centro de oncologia, com a participação do médico oncologista, Willer Fontanelli e da psicóloga, Ana Cecília.

Centro POP

É uma unidade pública voltada para o atendimento especializado à população em situação de rua. Realiza atendimentos individuais e coletivos, oficinas e atividades de convívio e socialização, além de ações que incentivem o protagonismo e a participação social das pessoas em situação de rua.

O Centro POP deve representar espaço de referência para o convívio social e o desenvolvimento de relações de solidariedade, afetividade e respeito.

Essa unidade também funciona como ponto de apoio para pessoas que moram e/ou sobrevivem nas ruas. Deve promover o acesso a espaços de guarda de pertences, de higiene pessoal, de alimentação e provisão de documentação. O endereço do Centro Pop pode ser usado como referência do usuário.