Prefeitura inicia requalificação da rua Porto Carrero e pavimentação do Vitória Régia

A Prefeitura de Corumbá deu início à requalificação completa da rua Porto Carrero e à pavimentação do conjunto Vitória Régia, no bairro Cristo Redentor.

As duas obras começaram esta semana e serão realizadas ao mesmo tempo.  Os condutores devem ficar atentos às intervenções. Para garantir a fluidez do trânsito, o Município sinalizou estes trechos indicando os pontos de desvio do tráfego.

No bairro Vitória Régia, os trabalhos começaram pela rua Paraná. Lá, a Prefeitura vai recuperar 14 quadras e pavimentar outras 15. O Executivo Municipal trabalha para licitar, ainda este ano, a construção do Parque Linear das Jaguatiricas, que vai atender toda a localidade com diversas obras estruturais. Seguido todos os trâmites legais, o objetivo é começar as intervenções no começo de 2020.

Na rua Porto Carrero, os serviços tiveram início pela quadra da rua 21 de Setembro, a partir da rotatória, em direção a rua Luiz Feitosa Rodrigues. O projeto é amplo e completo. Prevê além da melhoria do asfalto, realização de drenagem e do paisagismo em toda extensão da via. Nas duas frentes de trabalho, o Município vai investir mais de R$ 14 milhões.

A questão burocrática que emperrou o início dos serviços, agora em execução, foi completamente resolvida pela Prefeitura.  “A empresa que venceu a licitação não começou a obra, não seguiu o cronograma estabelecido e, por conta disso, foi preciso readequar todo o processo, que precisou ser licitado novamente”, detalhou o secretário municipal de Governo, Cássio Augusto da Costa Marques.

“Toda essa região será transformada, assim como fizemos no bairro Dom Bosco, na rua Cabral, na Joaquim Murtinho e em várias outras partes da cidade. Nós estamos trabalhando para atender toda nossa população, em todos os bairros da cidade”, disse o prefeito Marcelo Iunes ao destacar que estas duas ações foram projetos de sua gestão incluídos no financiamento do Fonplata.

“São obras muito importantes para Corumbá, que permitirão termos uma cidade não só com a beleza do Pantanal, mas bem cuidada, bonita, com infraestrutura e que dá orgulho para os corumbaenses”, concluiu o prefeito.

Fonplata

O Município vai receber um total de 40 milhões de dólares do financiamento disponibilizado pelo Fonplata. Outros US$ 40 milhões, como contrapartida estabelecida pela parceria do Município e do Governo do Estado. Com o empréstimo, será possível o financiamento de soluções para demandas urgentes associadas a deficiências de infraestrutura urbana e socioambiental.

São cinco anos para execução total do projeto. Corumbá terá cinco anos de carência para iniciar o pagamento do financiamento, que deve ser quitado num período de 13 anos. Ao todo, o Município terá 18 anos para pagar o empréstimo de US$ 40 milhões contraído com o Fonplata. São diversas ações voltadas para o desenvolvimento de áreas de recreação e descanso, infraestrutura de vias e drenagem, recuperação do patrimônio histórico e fomento do turismo.