Paralamas do Sucesso anima noite de sábado em Corumbá

O público da terceira noite do 15° Festival da América do Sul Pantanal lotou a Praça Generoso Ponce com o show de Os Paralamas do Sucesso. Aproximadamente 12 mil pessoas cantaram todo o repertório do grupo, num ambiente que descreveu explicitamente o objetivo do Fasp: a integração.

A pontualidade também foi motivo de elogios permitindo que as crianças pudessem curtir cada detalhe do show. “Não tinha com quem deixar meus filhos, se atrasasse iria embora sem assistir. Estou muito feliz e meus filhos amando”, falou Joana Lima, mãe de Clara, 8 anos e Pedro, 12 anos.

A corumbaense Ruth Ferreira Lopes chegou mais cedo para encontrar lugar próximo ao palco. Gritou e cantou durante todo o show. “Eu amo Paralamas do Sucesso, esperei ansiosa por esse show. É a minha primeira vez no festival (Fasp), já não vejo a hora de chegar o ano que vem”, antecipou.

Herbert Vianna junto aos Paralamas interpretou os maiores sucessos do grupo, como: Meu erro, Lanterna dos Afogados e Alagados. “Difícil descrever com palavras nossa emoção em estar aqui. É sério! Uma chance de poucas de aliar num só lugar a força da música com a natureza”, disse o cantor logo no início da apresentação.

Antecedendo a banda brasiliense, com uma mistura de ritmos e notável influência afro, o talentoso artista campo-grandense Renato Jackson apresentou um espetáculo de técnica e qualidade de rimas nas canções apresentadas. “Apresento com orgulho a cultura de rua, da periferia, que ganha destaque diariamente em todo o país”, enalteceu.

São quase 20 anos de carreira, sendo cinco deles ligados à proposta do reggae junto a vários ritmos. “Cantei em uma banda de samba por muitos anos, por isso procuro mesclar”, detalhou. Renato pretende apresentar o novo show em turnê pela região norte nos próximos meses.

Fizeram participação especial no show de Jackson: Tony Jazz, Jorge de Barros e o palhaço Nico.

Texto: Fundação de Cultura de MS

Foto: Divulgação/Governo MS