Reaberta, Biblioteca Municipal Lobivar Matos volta para a rua Delamare

Reaberta oficialmente nesta segunda-feira, 30 de setembro, a Biblioteca Municipal Lobivar Matos. A reabertura aconteceu durante solenidade na sede do espaço, que fica na rua Delamare, 1557, entre as ruas Major Gama e Firmo de Matos, no Centro da cidade. O local é o mesmo onde a Biblioteca funcionou antes de mudar para as dependências da Casa de Cultura Luiz de Albuquerque (ILA).

A Biblioteca Municipal Lobivar Matos foi fundada em 11 de dezembro de 1948. Seu nome homenageia o “Poeta Desconhecido”, aquele que foi a primeira voz da poesia moderna no Mato Grosso integrado. Conta com acervo de mais de 32 mil exemplares. Entre eles estão 17 mil livros; 12.900 jornais e 2.100 fotos. Também compõem o acervo, fotos, CDs e DVDs. O funcionamento é ininterrupto das 07h30 às 17h30.

Participando da cerimônia, o vice-presidente do Conselho Municipal de Política Cultural, José Gilberto Rozisca afirmou que a Biblioteca Lobivar Matos “retorna para lugar propício”, onde funcionou durante décadas. O espaço “mantém acervo muito importante” para a cidade.

Representando o Legislativo Municipal, o vereador Manoel Rodrigues parabenizou a equipe da Fundação da Cultura e Patrimônio Histórico de Corumbá pelo “trabalho desenvolvido com a Biblioteca e com o patrimônio da cidade”.

“Trabalhamos para melhorar esse bem cultural e estamos devolvendo a Biblioteca ao seu local. Devolvemos à comunidade um bem que é dela”, disse o presidente da Fundação da Cultura, Joilson Silva da Cruz. Ele exaltou a “sensibilidade do prefeito Marcelo Iunes com a Cultura e pelo entendimento da reabertura da Biblioteca Municipal”.  Desde 1992, a gestão da Biblioteca é de responsabilidade da Fundação da Cultura.

Marcelo Iunes ressaltou o compromisso com o desenvolvimento da Cultura corumbaense. “É importante conseguirmos os avanços, mesmo com a crise pela qual passa o Brasil. Era compromisso nosso entregar a Biblioteca. Trabalhamos um projeto para ampliarmos nossa Biblioteca”, declarou o chefe do Executivo Municipal.

Lobivar Matos

Lobivar Matos nasceu em Corumbá em 12 de janeiro de 1915 e faleceu em 1947, na cidade do rio de janeiro.  Lobivar, apelidado carinhosamente de “Lolito”, estudou no Colégio Santa Teresa (em Corumbá), Cuiabá e Campo Grande, bacharelando-se em Direito na antiga Faculdade da Rua do Catete, no Rio de Janeiro.

Além de ser funcionário público, também exerceu o jornalismo diário. mas foram suas obras poéticas – Areotorare e Sarobá – que incluíram seu nome na literatura modernista nacional. Bastante louvado pela crítica, Lobivar Matos abandona a alcunha de “Poeta Desconhecido” e continua sendo digno de homenagens.