Lucy Alves traz para o Fasp o show Amor de Ouro, que mistura pop com suas raízes nordestinas

A paraibana Lucy Alves traz para o Festival América do Sul Pantanal 2019 toda a energia do sol, da sua terra natal, somada às influências da música brasileira e latina. A multi-instrumentista se apresenta no último dia do Festival, domingo, dia 17 de novembro, no Palco Integração.

Lucy nasceu onde o sol surge primeiro no Brasil, João Pessoa, e não é pioneira em sua arte por acaso. Lucy traz na pele o dourado e o bordô do crepúsculo típico da sua terra natal, somado ao tom terroso da pele. Assim também é sua música, que alia o pop com suas raízes nordestinas. A cantora e multi-instrumentista faz questão de nunca abandonar suas raízes.

O novo show tem uma pegada muito mais romântica, com destaque para a canção de mesmo nome, Amor de Ouro, responsável por manter a musicalidade única e quente, em uma batida envolvente e romântica, mas com suingue, que traduz o ritmo de toda a mistura deste folclore urbano presente no último lançamento “Mexe Mexe”, responsável por apresentar ao público a nova fase da artista.

Uma mistura única de elementos, Lucy tem orgulho em dizer que é a responsável pela gravação de todos eles na nova música, da voz à sanfona, assim como fez em “Mexe Mexe”. Todos os beats da música são orgânicos e sintetizados a partir do que Lucy tocou.

O pandeiro, por exemplo, que ganhou cores e divisão de música pop latina, fica completo com os sons feitos pela própria artista com a boca e posteriormente sintetizados. Pop, latino, forró, xaxado, lambada, balada, iê-iê-iê, coco e toda influência da música brasileira e mundial experimentada por Lucy durante sua trajetória, podem ser ouvidas em “Amor de Ouro”. No novo show Lucy continua surpreendendo e dessa vez aparece também como compositora da faixa.

Toda a raiz cultural da cantora se mescla com a contemporaneidade de seu trabalho ainda na capa. Dessa vez Lucy não traz a sanfona na imagem, mas na música “Amor de Ouro” ela é o grande destaque. Com uma sonoridade incrível, o instrumento em tons de rosa foi desenhado por Lucy e fabricado sob medida, com a assinatura da artista e única no mundo. A latinidade pop de Lucy é vista pelo movimento do vestido florido, no tom dourado das pernas que trazem clima sensual e ousado para a capa. O olhar, firme e doce, a boca provocante e o cabelo vêm com um penteado moderno, coerente com a composição.

“Além de trazer minhas raízes nordestinas muito pulsantes, com um perfume, um acabamento latino como um todo, ‘Amor de Ouro’ traz uma imagem muito forte e muita sensualidade, fogo. Uma temperatura que eu acredito estar muito presente nas minhas músicas e que eu acho bem característica do Nordeste. Tudo isso com uma mensagem de amor e tolerância e linguajar simples, porque o mundo precisa disso”, comenta Lucy sobre “Amor de Ouro”.

O registro reforça a mensagem de amor e tolerância da letra e todos os signos e raízes da terra já colocados na sonoridade e visuais do lançamento. O lado sensual, doce e sedutor de Lucy aparece ainda com mais força. “‘Amor de Ouro’ é muito especial na minha carreira porque afirma permanentemente esta nova fase que eu estou vivendo. É a sequência do trabalho que estou preparando para o álbum que sai até o final do ano, cheio de composições próprias. A música tem uma característica muito importante e peculiar, porque gravei todos os instrumentos e vocais. Traz uma levada bem moderna, com uma batida envolvente, mas, que não deixa de lado muito da minha cena, do meu trabalho, da minha característica de multi-instrumentista, na música do meu Nordeste. Estou amando falar de amor e tolerância, com esse linguajar cotidiano que aproxima de todo mundo”, finaliza a artista.

Você confere toda a energia do nordeste e da música brasileira, da sensualidade e pegada romântica de Lucy Alves, no show Amor de Ouro, que vai ser apresentado durante o Fasp 2019, em Corumbá. O dia é 17 de novembro, último do Festival, às 22 horas, no Palco Integração, da Praça Generoso Ponce. É pra balançar as estruturas, embalar novos romances e fortalecer antigos na Capital do Pantanal!

O Festival América do Sul Pantanal é uma realização do Governo do Estado com apoio e parceria da Prefeitura Municipal de Corumbá.

Texto: Fundação de Cultura de MS

Foto em destaque: Capa do álbum