Segurança será reforçada durante o Arraial do Banho de São João

O Arraial do Banho de São João 2019 será um dos mais seguros dos últimos anos. Por noite, mais de 200 homens estarão posicionados não apenas no circuito oficial, mas também em todo o entorno da festa, assegurando a manutenção da ordem e a segurança dos devotos, festeiros, comerciantes, turistas e todos os que buscam diversão e entretenimento no mais tradicional festejo junino de Mato Grosso do Sul.

 

Graças a uma parceria com o Governo do Estado, 50 policiais militares trabalharão em cada uma das noites do Arraial do Banho de São João. São 25 PMs lotados na cidade e outros 25 que foram deslocados de Aquidauana para o município. O esquema de segurança diário ainda contará com 30 guardas municipais, 28 agentes de trânsito e 80 seguranças privados contratados pelo Município, além de aproximadamente 70 pessoas responsáveis por cuidar dos equipamentos durante 24 horas por dia.

 

“A população pode aproveitar a festa tranquilamente que todas as forças policiais, segurança privada e mais a Guarda Municipal trabalharão para proporcionar um clima seguro e agradável para todos os participantes”, afirmou o secretário especial de Segurança Pública e Defesa Social da Prefeitura de Corumbá, César Freitas Duarte.

 

Com relação à liminar proferida pelo Tribunal de Contas do Estado nesta quarta-feira, 19 de junho, a Procuradoria Geral do Município (PGM) esclarece que se trata de decisão em sede administrativa de caráter provisório, cuja natureza efêmera e precária, possibilita ao poder público municipal a demonstração da regularidade do certame ou mesmo a regularização de atos apontados como irregulares até a decisão final.

 

“No presente caso, por se tratar de decisão provisória publicada em edição extra desta tarde do Diário Oficial Eletrônico do TCE, o município de Corumbá sequer pode ter acesso ao conteúdo do processo TC 6177/2019, sendo certo que tal decisão  liminar restou prejudicada, vez que foi concedida após a regular homologação do certame e da contratação da empresa ganhadora com o menor preço”, ponderou o procurador geral do Município, Alcindo Cardoso do Vale Junior.

 

“O poder público municipal manifestará no prazo de 5 dias úteis sobre o cumprimento da decisão liminar para todos os fins e efeitos legais. Importante destacar que tal decisão não afetará em nada a tradicional festa de São João de Corumbá, sendo prioridade a segurança dos munícipes assim como foi no Carnaval/2019”, completou o procurador-geral.