Major Gama colore avenida cantando os campeonatos da Imperatriz

A Unidos da Major Gama contou na Avenida a história dos campeonatos da escola antiga Escola de Samba Imperatriz. No desfile deste domingo, 03 de março, seus 900 componentes defenderam o enredo “Do Surgimento À Sagração De Campeã – Inesquecível na memória dos mais velhos”.

 

A Comissão de Frente trouxe 12 bailarinos com a fantasia “Mensageiros da Pomba da Paz”, que apresentou a agremiação. Todos integrantes vestindo macacão em lycra branca com aplicação em pedrarias da cor prata; o arranjo de cabeça, ombreira e saieta revestidos em TNT laminado branco holográfico com apliques em paetê e pedrarias na cor prata, finalizando com uma capa em tecido branco, com pintura em azul turquesa e azul royal. Esta fantasia foi confeccionada de acordo com as coreografias ensaiadas com perfeição pelos bailarinos, comandados pelo professor de dança Kleber Costa.

 

O carro Abre-Alas com o símbolo da agremiação, uma pomba em escultura feita pelo artista plástico Denis. Quatro destaques semi-luxo completaram a composição da alegoria, que também apresentou o nome da agremiação. A ala das Baianas representou as rainhas do cortejo da festa de Maracatu, festa tradicionalmente conhecida e que faz parte do carnaval na região Nordeste e que neste primeiro setor da escola homenageou o primeiro título da Imperatriz no ano de 1976. Nome da fantasia da ala das baianas “Rainhas do Maracatu”.

 

Primeiro casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira teve seus trajes confeccionados em renda trabalhada e importada com detalhes em pedrarias. Fantasias elaboradas conforme as coreografias ensaiadas. Os 90 integrantes da bateria eram os Ritmistas do Maracatu, ritmo musical, dança e ritual de sincretismo religioso com origem no estado brasileiro de Pernambuco. Desfile lembrou em alas os Índios; Africanos e Portugueses.

 

Carro Maracatu exaltou a África onde originou este ritmo. Veio com a imponente escultura de um elefante africano e quatro semi-destaques e uma luxuosa fantasia confeccionada pela por Peluci Velmont.

 

Alas Florista e Primavera, Estação das Flores antecederam o carro Primavera Estação das Flores. Alegoria representou todo o deslumbre da estação das flores. Trouxe a escultura de um beija-flor e abelhas e as borboletas se encantam ao meio das folhas e flores.

 

Ala Pierrô destacou um dos famosos personagens do triângulo amoroso muito cantado ao longo dos carnavais. Ala Colombina e Ala Arlequim completaram o triângulo no desfile na Passarela do Samba.

 

Carro Carnaval dos Carnavais confeccionado em dublado vermelho, verde, galão azul; máscaras de carnaval veio com representantes da família Cambará, descendentes dos fundadores da saudosa Escola de Samba Imperatriz. Alegoria exaltou o tricampeonato e os fundadores da tricampeã em Corumbá, a Imperatriz.