Após volta às aulas, Agetrat já autuou mais de 48 motoristas

Somente nesses primeiros dias de aula, a equipe de Fiscalização de Trânsito Escolar da Agência Municipal de Trânsito e Transporte (Agetrat), já realizou mais de 100 ações em frente a unidades escolares das redes pública e particular.

 

Ao todo, 2.625 veículos foram abordados em frente as escolas para que estudantes pudessem fazer a travessia segura na faixa destinada a pedestres. Os agentes de trânsito ainda autuaram 48 motoristas durante essas ações, cujo objetivo é organizar o trânsito, mas que por vezes tem necessidade de autuar motoristas que, mesmo com a presença dos agentes fiscalizadores, desrespeitam as leis de trânsito.

 

“A grande porcentagem dessas infrações são cometidas por pessoas que vão deixar ou buscar estudantes e estacionam seus veículos em fila dupla. Outra infração bastante corriqueira também é deixar de reduzir a velocidade do veículo próximo a escola”, observou Stéfano Barbosa, responsável pela estatística da fiscalização de trânsito e Chefe do Núcleo de Fiscalização de Trânsito.

 

Alexandre Vasconcellos, diretor da Agetrat, ratificou que “a vistoria escolar é prioridade de nossa fiscalização de trânsito e também prioridades de outros setores de nossa agência, como o Núcleo de Educação Para o Trânsito, que periodicamente orienta estudantes, servidores e até pais sobre a importância de respeitar a sinalização de trânsito escolar. Esses números publicados por nossa agência vem de encontro a necessidade que temos em ter um ambiente escolar seguro em todos aspectos”.  

 

De acordo com a planilha estatística de fiscalização de trânsito escolar, mantida e atualizada diariamente pela Agência de Trânsito, das mais de 50 instituições escolares existentes em Corumbá, 23 já foram visitadas pelos agentes fiscalizadores. O objetivo é que todas sejam visitadas no máximo em 15 dias. A Escola de Educação Infantil Estrelinha Verde lidera a planilha de instituição que mais recebeu a presença dos agentes.

 

“Nenhuma escola é mais importante que outra por ser pública ou privada. Fazemos a planilha de visitas baseados na localização da instituição, fluxo de veículos, até mesmo na faixa etária dos estudantes e principalmente índice de acidentes de trânsito nas proximidades”, reforçou Alexandre Vasconcelos. A quantidade de visitas da fiscalização de trânsito escolar aumentou 40% em comparação ao mesmo período do ano passado.