Município vistoria prédio onde vai funcionar sede do CRAS IV

A Secretaria Municipal de Assistência Social fez hoje, 19 de fevereiro, vistoria para recebimento provisório do prédio onde vai funcionar a nova sede do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS IV), que atualmente funciona na rua Edu Rocha, 1225, no bairro Aeroporto.

 

“Será um novo CRAS porque é um espaço novo e adequado para nossas ações. Aqui contamos com salas para atendimentos e nossas equipes técnicas e administrativas. É um dos nossos CRAS com maior atendimento e estamos felizes por vistoriar e fazer o recebimento dessa unidade, já liberada pela Caixa Econômica Federal”, explicou a secretária Municipal de Assistência Social, Gláucia Fonseca Iunes.  A coordenadora do CRAS IV, Jacqueline Graça, acompanhou a vistoria.

 

O novo prédio do CRAS IV está localizado na rua Joaquim Murtinho entre ruas Edu Rocha e 21 de Setembro, no bairro Aeroporto. Os engenheiros da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Adjalme Esnarriaga Júnior (fiscal da obra) e Gerson da Costa Mello (gerente de fiscalização), também acompanharam a fiscalização da Secretaria Municipal de Assistência Social. Em novembro do ano passado, o prefeito Marcelo Iunes vistoriou as obras do CRAS IV.

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) é a porta de entrada da Assistência Social. É um local público, localizado prioritariamente em áreas de maior vulnerabilidade social, onde são oferecidos os serviços de Assistência Social, com o objetivo de fortalecer a convivência com a família e com a comunidade.

 

A partir do adequado conhecimento do território, o CRAS promove a organização e articulação das unidades da rede socioassistencial e de outras políticas. Assim, possibilita o acesso da população aos serviços, benefícios e projetos de assistência social, se tornando uma referência para a população local e para os serviços setoriais.

 

O CRAS oferta o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família e de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. Os cidadãos também são orientados sobre os benefícios assistenciais e podem ser inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.