Com Concurso de Marchinhas, Corumbá abre programação do Carnaval 2019

A Prefeitura, por meio da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico do Pantanal, realizou na noite desta quinta-feira, 21 de fevereiro, no Jardim da Independência, o tradicional Concurso de Marchinhas Carnavalescas.

 

A primeira-dama e secretária especial de Cidadania e Direitos Humanos, Amanda Cristiane Balancieri Iunes, lembrou o quanto o concurso é importante. “Esse concurso já faz parte dá cultura corumbaense e por isso a importância de mantermos esse concurso”.

 

Para o diretor-presidente da Fundação de Cultura e do Patrimônio Histórico de Corumbá, Joílson Silva da Cruz, esse concurso veio para revelar novos talentos. “Esse concurso abre o nosso Carnaval com grande estilo, pois todos os anos descobrimos o quanto a nossa cidade é rica em talentos e assim abrilhantamos a noite”, colocou Joílson.

 

Em terceiro lugar ficou “Coroa de Rei”, da autora Ivone Guimarães – Flor do Pantanal, que recebeu o premio de R$ 400; em segundo lugar ficou “Dona onça”, do Flávio Bertini e recebeu R$ 600 e em primeiro ficou “O E.T. Folião” dos autores Flávio Bertini e Aleksandra Batista e faturou mil reais em premiação.

 

A compositora Aleksandra Batista explicou que a letra dessa música surgiu com a necessidade de melhorar a consciência das pessoas, “sabemos que a energia durante o Carnaval não é boa, por isso resolvemos fazer essa letra, para conscientizar as pessoas que precisamos melhorar e assim elevar a energia para ter uma folia mais leve”.

 

O concurso contou com setes competidores que foram avaliados por uma comissão julgadora que avaliou letra, afinação, interpretação e melodia.