Ônibus em Corumbá terão sistema de biometria facial, informa empresa

Os ônibus da Viação Cidade Corumbá, que atendem as áreas urbana e rural do município, começarão a operar em fevereiro com o sistema de bilhetagem eletrônica e suas diversas ferramentas, que têm a proposta de facilitar e modernizar a experiência dos passageiros e também do operador do transporte público local.

 

O processo será conduzido pela Transdata, pioneira e uma das principais empresas do Brasil no desenvolvimento de soluções integradas em ITS (Intelligent Transport Systems) dedicadas à mobilidade, fornecedora da Viação Cidade Corumbá desde maio de 2015. A empresa será a responsável pela implantação da bilhetagem eletrônica, do upgrade dos validadores para os atuais modelos V6, do sistema de rastreamento de frota via GPS, do aplicativo criado para levar informação ao passageiro sobre horários do ônibus em tempo real e da tecnologia de biometria facial. 

 

A ferramenta de biometria facial inibe a utilização indevida da gratuidade e colabora com a sustentabilidade do sistema, uma vez que o custo das passagens com desconto ou isenção entra na planilha tarifária e é dividido entre os passageiros pagantes. Ou seja, o uso indevido onera diretamente o bolso do cliente, sem beneficiar aqueles que de fato têm direito à isenção.

 

A contratação das soluções – que demandaram um investimento de cerca de R$ 250 mil – atenderão uma frota composta por 25 ônibus, responsáveis pelo deslocamento de aproximadamente 9 mil passageiros todos os dias. “Queremos com isso resolver algumas questões relacionadas à operação, além de ampliar a percepção de segurança do passageiro no trajeto e fazer com que ele confie nos serviços e na sua pontualidade”, explica Youssef Yunes, diretor da Viação Cidade Corumbá.

 

Para o secretário Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Ricardo Ametlla, a expectativa é que a implantação da nova tecnologia garanta maior atendimento à população de Corumbá no transporte coletivo, anseio antigo da cidade. “Acreditamos que esse processo vai otimizar o transporte coletivo e incentivar o seu uso, porque propicia aos munícipes, programar o seu tempo em relação ao horário dos ônibus, incrementando e fomentando a sua utilização”, disse.