“Vou passar o Natal com meu filho no meu canto”, diz moradora do Flamboyant I

Mais 280 famílias de Corumbá foram beneficiadas pelo poder público com a casa própria. Nesta sexta-feira (23.11), o Governo do Estado, com apoio da Prefeitura e da União, entregou as chaves dos imóveis para as famílias da Cidade Branca.

 

“Estou me sentindo abençoada, vou passar o Natal com meu filho no meu cantinho. É muita felicidade”, afirmou Kellen Carolina, de 27 anos. Desempregada, a jovem ficou emocionada ao dizer que vai deixar a casa de amigos, onde vive de favor com o filho de três anos, para ter seu próprio espaço.

 

Centenas de pessoas que vão morar no residencial Flamboyant I foram ao evento de entrega dos imóveis. Nem a chuva atrapalhou a festa dos moradores. “Vou morar no que é meu e vai sobrar mais dinheiro”, contou o aposentado Jorge Carlos Becker, 71 anos, que pagava R$ 430,00 de aluguel.

 

A diretora-presidente da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab), Maria do Carmo Avesani Lopez, representou o governador Reinaldo Azambuja. “Quero aqui transmitir a mensagem dele, que não pode vir por causa do mau tempo. Ele “deseja a vocês muitas felicidades nesse dia especial”, disse.

 

Moradias na cidade do Pantanal

 

Contratadas pelo programa Minha Casa, Minha Vida, as 280 moradias receberam R$ 18 milhões em investimentos. Cada unidade tem 43,20m², possui sala com 9,5m², cozinha de 6,7m² com área de serviço conjugada, banheiro de 3,3m², um quarto com 8,5m², um quarto com 7,87m² e hall interno de circulação de 2,5 metros.

 

Todos os apartamentos têm interfone, medidores de água e energia individualizados e abrigo externo para gás, além de vaga de garagem. As unidades já vêm com piso, estão pintadas e com caixa de distribuição de energia interna. “São moradias de qualidade, com toda a infraestrutura”, observou Maria do Carmo.

 

Segundo ela, com as entregas de hoje a gestão do governador Reinaldo Azambuja já repassou 1.264 imóveis aos moradores de Corumbá. “Outras 32 casas do programa Lote Urbanizado já foram licitadas e as obras começam ainda este ano”, revelou. “Em quatro anos vamos atingir o número de 25 mil unidades habitacionais – entre entregues e contratadas”, emendou.

 

Para o superintendente em exercício da Caixa Econômica Federal (CEF), Paulo Cesar Neves Matos, os próximos quatro anos da segunda gestão do governador Reinaldo Azambuja serão de continuidade aos programas habitacionais. “Mato Grosso do Sul vai bater recorde de construções em um período de escassez de recursos”, afirmou. As informações são Subsecretaria de Comunicação (Subcom) do Governo do Estado.