Procon abre processo administrativo para apurar fechamento de loja da Vivo

A Agência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Corumbá (PROCON) vai abrir processo administrativo para apurar o fechamento da única loja própria da Vivo existente na cidade. As atividades no empreendimento que representa a empresa de telefonia no município foram subitamente encerradas na última segunda-feira, dia 12 de novembro.

 

“O PROCON vai instaurar um processo administrativo para apurar fechamento dessa loja, que deixou os consumidores de Corumbá carentes de um atendimento presencial. Vamos notificar a Vivo e ela terá 10 dias para nos apresentar uma resposta”, afirmou o diretor-executivo da Agência de Proteção e Defesa do Consumidor, Alexandre Taques Vasconcelos.

 

“Estamos questionando o que a Vivo vai fazer para atender os consumidores que iam até o local, mas que agora não terão mais um espaço físico para serem atendidos. O PROCON vai acompanhar essa situação de perto e não vai aceitar que a população seja penalizada”, completou Alexandre.

 

Ainda de acordo com o diretor-executivo da Agência Municipal, a Vivo tem grande parte do mercado de telefonia móvel em Corumbá. Cerca de 70% das linhas na cidade são da empresa. “Esses consumidores não ficarão desassistidos vamos acompanhar de perto essa situação. E cada consumidor que não conseguir atendido da empresa e se sentir lesado, deve procurar o PROCON para efetuar uma reclamação”, finalizou.