Inaugurado, Hospital Cassems começa a funcionar dia 03 de dezembro

Uma festa para ficar marcada na história como um salto na saúde da região do Pantanal. A inauguração do Hospital da Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul (Cassems) teve culto ecumênico, anúncio de novos investimentos, entrega de título de cidadão corumbaense ao presidente da associação, Ricardo Ayache, e claro, samba, muito samba com a bateria da Mocidade Independente da Nova Corumbá, atual campeã do carnaval corumbaense.

 

“Hoje, município, Estado e União, investem quase R$ 2 milhões para manter o Hospital de Caridade funcionando e ainda assim não dá”, disse o prefeito Marcelo Iunes ao enfatizar que a entrada em funcionamento do novo hospital que deverá atender a cerca de dez mil servidores conveniados aqui na região, vai diminuir o fluxo naquele que era o único hospital da cidade, até agora.

 

A mesma ênfase foi dada pelo presidente da Câmara Municipal e deputado estadual eleito, Evander Vendramini Duran. “O déficit do nosso hospital hoje é de R$ 700 mil por mês. Com a chegada do Hospital da Cassems a situação deve ser amenizada”, afirmou Evander que também se comprometeu a trabalhar na Assembleia Legislativa para angariar mais recursos para a saúde de Corumbá.

 

Médicos, servidores públicos e convidados de vários setores estiveram presentes à inauguração que teve um cenário muito bem montado e um acolhimento sem precedentes. E foi dentro deste clima que Raquel Guimarães do Prado, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Corumbá (Sinted), ressaltou a importância do fechamento da programação da Cassems de construir o seu 10º Hospital Regional. “Estamos todos de parabéns pela entrada em funcionamento de um hospital de tecnologia de ponta aqui em Corumbá”, enfatizou Raquel que representou os sindicatos que compõem a Cassems.

 

O médico Francisco Dopp, que será o diretor técnico e clínico do Hospital Cassems, falou representando a classe médica de Corumbá e região e disse das dificuldades que a cidade vinha enfrentando para o tratamento dos pacientes de Corumbá, Ladário e cidades bolivianas de fronteira. “Hoje o que nos preocupa é a segurança e a resolutividade no tratamento dos pacientes, e a partir de agora o Hospital da Cassems vai nos trazer segurança e para todos os membros e usuários do plano”, afirmou.

 

O novo complexo terá 35 leitos nesta primeira etapa, com entrada prevista em funcionamento para o dia 03 de dezembro e, 50 leitos na segunda etapa, já a partir de janeiro quando também deverá entrar em funcionamento o Centro de Hemodinâmica, para fazer exames como cateterismo. De média complexidade, o hospital fará atendimentos médico e odontológico e pronto atendimento 24 horas.

 

A Unidade Hospitalar terá um Centro de Diagnósticos equipado com ressonância magnética, tomografia computadorizada, raios X digital, mamografia, densitometria óssea, duas salas de ultrassonografia, laboratório de análises clínicas e um centro de especialidades médicas. Todo esse complexo estará à disposição dos associados e também dos filiados à Unimed.

 

Durante o evento foi anunciada a negociação para a entrada dos servidores públicos do município de Ladário na Cassems. O prefeito Marcelo Iunes também disse que busca um convênio com a Caixa de Assistência do Servidor para que sejam feitos os exames de alta complexidade, como ressonância magnética, para pacientes do SUS.

 

“Eu gosto muito de Corumbá porque a cidade valoriza sua história e sua cultura e cada acontecimento aqui é marcado pela história”, disse Ricardo Ayache. O presidente da Cassems falou em seu discurso sobre as tratativas que envolveram a construção do hospital e o amparo que conseguiu na cidade por conta das classes política, empresarial e médica, além dos servidores públicos, motivo maior da implantação da unidade.

 

“O que nos trouxe até aqui, até a entrega desse hospital, foi a força dos servidores. A grande verdade é que os servidores são responsáveis sim, pelos serviços prestados à população. Os servidores entregam a sua vida para tentar melhorar a vida da população”, disse Ayache que recebeu durante o ato o título de Cidadão Corumbaense. A comenda foi votada e aprovada pela Câmara e entregue pelo prefeito Marcelo Iunes e pelo presidente da Casa do Barão de Vila Maria, Evander Vendramini Duran.

 

E como toda boa festa realizada em Corumbá, a inauguração do Hospital Cassems terminou com show pirotécnico e samba. A Mocidade Independente da Nova Corumbá colocou no palco passistas, intérprete, levou a bateria e tinha até uma porta bandeira com a bandeira da Cassems.