Projetos de alunos da escola Eutrópia foram premiados na FECIPAN 2018

Três projetos da Escola Municipal Rural Eutrópia Gomes Pedroso, que fica no assentamento Tamarineiro, foram premiados na 6ª edição da Feira de Ciência e Tecnologia do Pantanal em Corumbá (FECIPAN 2018) realizada pelo Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), no Campus Corumbá nos dias 03 e 04 de outubro. Desde 2013 a FECIPAN seleciona trabalhos de Iniciação Científica dos estudantes das escolas públicas e privadas do município de Corumbá para apresentação a comunidade.

 

Foram premiados os projetos “Jogos com sucata: a importância de brincar, aprender e preservar o meio ambiente” dos alunos João Vitor M. Xavier, Nardy Z. Ramos, Ian M. da Silva; “Mulher macho não! Mulher forte” que foi apresentado por Maria Clara R. Padilha, Fernanda M. Garcia e Stainer R. Surubi e “Poste fotovoltaico para iluminação de uma escola na zona rural de Corumbá – MS” dos estudantes Luiz José do Couto Pereira; Thiago Wainerson de Souza Lima e Fabrício Charupá Morena.

 

Os trabalhos receberam premiações nas áreas de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas; Multidisciplinar e Ensino Fundamental. Os projetos apresentados tiveram como professores Mayara Mayda Vaz Coutinho; Daleth Fernanda da Silva Santos e Jocilene Vernochi de Freitas. Os coordenadores foram Maurício Lopo; Deise Benedita Leite e Márcia Lopes e a gestora da escola é Leonete Costa Ibarra.  

 

A Feira de Ciência e Tecnologia do Pantanal tem como objetivos: estimular novas vocações por meio da realização de projetos de pesquisa criativos e inovadores; estimular o interesse pelas ciências e o desenvolvimento de pesquisas, com o intuito de ampliar a produção científico-tecnológica; promover a articulação, estruturação e fortalecimento das redes tecnológicas regionais com o objetivo de gerar e difundir conhecimento para as estruturas educacionais e de viabilizar a produção científica como potencial atividade empreendedora; incentivar as pesquisas, aperfeiçoar os trabalhos produzidos nas instituições de ensino e fomentar o uso da pesquisa como ferramenta motivadora do processo educacional; promover o desenvolvimento e a consolidação de atividades de iniciação científica para os estudantes dos ensinos fundamental, médio e técnico integrado de nível médio.