Com orientações, Procon registra quase o dobro de audiências de 2017

A Agência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Corumbá) registrou quase o dobro de audiências nos oito primeiros meses de 2018 em comparação ao mesmo período do ano passado. Na mesma faixa temporal o total de atendimentos cresceu em mais de 30%. As estatísticas confirmam a credibilidade do órgão junto ao consumidor corumbaense e a política do prefeito Marcelo Iunes em garantir à população o acesso às ferramentas para o exercício pleno da cidadania.

 

Nos dois primeiros quadrimestres deste ano, o Procon Corumbá registrou 410 audiências e efetuou 2.100 atendimentos. No mesmo período de 2017, foram 210 audiências e 1.612 atendimentos. As estatísticas indicam crescimento de 95,3% nas audiências e de 30,3% no total de consumidores atendidos. O levantamento contabiliza dados referentes aos períodos de 1° de janeiro de 2017 a 24 de agosto de 2017 e o mesmo recorte temporal de 2018.

 

“Os números retratam a credibilidade do serviço oferecido pelo Procon em Corumbá e a preocupação do prefeito em dar melhor atendimento à população. O volume de pessoas que buscou o serviços superou a marca de 2 mil consumidores efetuando reclamações. Isso passa pela credibilidade e política do Procon de levar informação e orientação aos consumidores sobre seus direitos para que possam exercer melhor sua cidadania”, explicou o diretor-executivo do Procon Corumbá, Alexandre Vasconcellos.

 

As empresas de telefonia são as que registram o maior número de reclamações entre os consumidores. “As campeãs de reclamação continuam sendo as empresa de telefonia e o Procon, este ano, já aplicou multa de mais de R$ 100 mil para uma empresa de telefonia e abriu processo administrativo contra outra empresa, que apresentou plano de investimento no sistema de telefonia. O Procon vem acompanhando e observou que houve melhora, mas tem muito a avançar ainda. Também abrimos processo administrativo contra uma loja que praticava venda casada. A direção dessa empresa está encaminhando, de Cuiabá, representantes jurídicos para reunião com o Procon de Corumbá’, disse o diretor-executivo da Agência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor.

 

Alexandre Vasconcellos esclareceu que o consumidor deve procurar a Agência para realizar qualquer reclamação consumerista. “O Procon é o local correto para reclamações. Muitas vezes as pessoas reclamam em redes sociais e não vão ao Procon para que tenha sua demanda atendida. Pode até fazer a reclamação via rede social, mas não há como cobrar uma ação do órgão por conta daquela reclamação. Se vai ao Procon, a empresa pode até ser punida ao final do processo. Pode fazer a reclamação nas redes sociais, mas a efetividade das ações é no Procon. O consumidor deve nos procurar para tirar dúvidas, abrir reclamação, efetuar denúncia. É só trazer documentos pessoais e a documentação que prova a transação comercial que efetuou”, afirmou o responsável pelo Procon Corumbá.

 

O Procon Corumbá funciona na rua Sete de Setembro, 222, entre as ruas Delamare e 13 de Junho, no Centro. O horário de atendimento é das 07h30 às 13h30.