Com Agosto Lilás, Município trabalha ação Maria da Penha vai ao Terreiro

O projeto “Mulher do Axé, Maria da Penha vai ao Terreiro” foi lançado pela Prefeitura Municipal na noite da sexta-feira, 17 de agosto. A iniciativa integra a campanha Agosto Lilás e destacou as ações do projeto Mulheres do Axé e Mulheres Quilombolas. Todas as atividades são realizadas pela Secretaria Especial de Cidadania e Direitos Humanos, através de sua Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres.

 

Na avaliação da coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres, Wânia Alecrim, a Prefeitura de Corumbá promove “políticas públicas para todos os segmentos da sociedade corumbaense, permitindo que suas ações cheguem a todos”.

 

Com o projeto Mulheres do Axé e Mulheres Quilombolas levando orientações sobre a Lei Maria da Penha, o coordenador de Promoção da Igualdade Racial, Jocimar Alves de Campos, afirmou que o Município se mantém “atento e vigilante” ao cumprimento do Estatuto da Igualdade Racial e “às ações de combate à violência contra a mulher”.

 

A primeira-dama e secretária Especial de Cidadania e Direitos Humanos, Amanda Balancieri Iunes, ressaltou que o Município prima pela garantia de direitos a toda a comunidade. “Precisamos de políticas públicas afirmativas, e é isso que a prefeitura está realizando. Nossa Secretaria está de portas abertas para trabalhar por toda a comunidade. Estamos aqui para trabalhar pelo desenvolvimento da nossa sociedade. O prefeito Marcelo Iunes não mede esforços para garantir os direitos de cada segmento da sociedade corumbaense”, finalizou. O psicólogo Juvenal Ávila encerrou a programação com apresentação de palestra que abordou o tema “Intolerância Religiosa”.  

 

A Prefeitura de Corumbá abriu oficialmente a campanha Agosto Lilás no dia 07 de agosto. O objetivo é sensibilizar a sociedade para o fim da violência contra mulheres e meninas por meio de ações de mobilização, palestras, debates, encontros, panfletagens, eventos e seminários visando à divulgação da Lei Maria da Penha, estendendo-se as atividades durante todo o mês de agosto, para o público em geral.

 

A campanha Agosto Lilás tornou-se lei estadual (n° 4.969) em maio de 2016. No ano seguinte, tornou-se lei municipal (n° 2.583). Tem o objetivo de difundir nas escolas a Lei Maria da Penha.

 

Desde a sua criação, a Secretaria Especial de Cidadania e Direitos Humanos, através de sua Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres, tem realizado palestras informativas não só nas escolas, mas em igrejas, associações, CRAS, no Pantanal, assentamentos, rural, no estabelecimento penal e empresas.