Professores da Rede Municipal de Corumbá recebem acima do Piso Nacional

O Piso Salarial Nacional do Magistério é de R$ 2.455,35 para 40 horas de trabalho. Em Corumbá, os professores da Rede Municipal de Ensino (REME) recebem R$ 3.338,60, quase R$ 900 a mais que o estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC).

 

Conforme o ranking da FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), atualizado em abril deste ano, Corumbá tem o quinto melhor salário do Estado.

 

Em Corumbá, um professor em início de carreira recebe R$ 3.514,32 para 40 horas de trabalho. Se o professor tiver pós-graduação, o salário sobe para R$ 4.568,62. Um profissional com mestrado recebe R$ 5.622,92. Já quem possuiu doutorado recebe, em início de carreira, R$ 7.028,64.

 

Justiça

 

Decisão do juiz André Luiz Monteiro, em substituição, da Vara de Fazenda Pública e de Registros Públicos, reconheceu como “abusiva e ilegal” a greve deflagrada pelo Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Corumbá (SIMTED) nas escolas da Rede Municipal de Ensino (REME) de Corumbá.

 

O magistrado determinou “a suspensão do movimento grevista dos servidores da educação do Município de Corumbá, sob pena de multa diária fixada no valor de R$ 10 mil” em caso de descumprimento. Assinada em 22 de junho, a decisão judicial ainda permite a possibilidade de “serem procedidos os descontos dos dias não trabalhados, nas folhas de pagamento dos servidores” e determina o “imediato cumprimento” da ordem.