Parceria leva civismo às escolas municipais de Corumbá

O momento cívico da Escola Municipal Cássio Leite de Barros teve a participação da Banda dos Fuzileiros Navais de Ladário nesta quinta-feira, 14 de junho. O programa de Civismo nas escolas, promovido pela Sociedade Amigos da Marinha Ladário Corumbá (Soamar) em parceria com o Comando do 6º Distrito Naval e programa Educação e Civismo no Pantanal (EduCiPan).

 

O programa EduCiPan lançado em dezembro do ano passado. A iniciativa visa sensibilizar os gestores das escolas públicas e particulares a incluir no calendário escolar o Momento Cívico, com execução do Hino Nacional semanalmente e outros hinos, de acordo com datas comemorativas, além de conscientizar os estudantes sobre a postura e a importância de respeitar o Hino Nacional como símbolo da Pátria.

 

O EduCiPan tem apoio da Secretaria de Educação de Corumbá, Ladário e da Rede Estadual de Ensino e de Escolas Particulares, com a finalidade de incentivar e despertar nos alunos o amor e o respeito pela Pátria, através da inclusão no calendário escolar do Momento Cívico, com a execução do Hino Nacional e demais hinos, além de proporcionar aos estudantes, a conscientização sobre temas que envolvem o meio ambiente, a cidadania e o rio Paraguai.

 

Durante o evento, na quadra da escola municipal, os alunos acompanharam as execuções do Hino Nacional com a letra na ponta da língua e do Hino Oficial da Marinha Brasileira, o Cisne Branco. O secretario de Educação, Genilson Canavarro de Abreu, ressaltou a importância do trabalho que “aumenta a participação dos alunos, reduz a evasão escolar, estimula a capacidade de aprendizagem cooperativa e melhora o desempenho escolar, e com esse programa que é uma forma de resgatar os valores cívicos, fazendo com que os alunos se tornem cidadãos conscientes do seu papel na sociedade”.

 

De acordo com a presidente da Soamar, Terezinha Baruki, a presença da banda na instituição reforça a proposta do EduCiPan. “É um momento que a escola já faz, mas com o apoio, com a presença brilhante e o prestígio da banda do 6º Distrito Naval. O objetivo é resgatar esses valores para fazer com que essas crianças adquiram e sintam que é possível amar e ajudar o Brasil, nosso solo. Isso deve ser permanente para que haja respeito, quando isso acontece, ou seja, quando há o respeito aos símbolos da Pátria, você respeita o Brasil”.