Prefeitura abre cadastro para mediadores e facilitadores voluntários do PNME

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Educação, abriu nesta terça-feira, 22 de maio, o cadastro para constituição do banco de mediadores e facilitadores voluntários para atuarem no Programa Novo Mais Educação (PNME). A inscrição, online e gratuita, deve ser realizada no link da REME, no site da Prefeitura de Corumbá (www.corumba.ms.gov.br), até às 10 horas do dia 25 de maio de 2018.

 

Será enviado um e-mail de confirmação para o e-mail cadastrado no formulário, como comprovante de requerimento de inscrição. Somente um cadastro por pessoa será considerado. O candidato deverá optar por apenas um dos perfis: mediador ou facilitador. As atividades desenvolvidas serão consideradas de natureza voluntária, sendo obrigatória a celebração do Termo de Adesão e Compromisso do Voluntário.

 

O processo seletivo compreenderá a inscrição, análise de currículo e chamada dos profissionais pelas unidades escolares da REME de Corumbá ou pela Secretaria Municipal de Educação. O início das atividades ocorrerá conforme a liberação dos recursos a serem recebidos pelas escolas, por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE Integral). O ressarcimento será efetuado para o mediador e facilitador de aprendizagem mediante apresentação de Relatório Mensal das Atividades Desenvolvidas em cada turma.

 

O mediador e o facilitador podem assumir até 10 turmas, de acordo com sua disponibilidade e demanda da unidade escolar. Para mediador, o valor do ressarcimento para despesas com transporte e alimentação por turma é de R$ 150 para escolas urbanas e R$ 225 para a zona rural. Já o valor do ressarcimento para despesas com transporte e alimentação por turma do facilitador é de R$ 80 para escolas urbanas e R$ 120 para escolas do campo.

 

Perfil

 

Para se candidatar a mediador é preciso ser brasileiro e maior de 18 anos. Para atuar no acompanhamento pedagógico de Língua Portuguesa e Matemática nos anos iniciais o candidato deve ser preferencialmente: licenciado em Pedagogia; Professores com formação em Curso Normal Médio; ou Estudante do curso de Licenciatura em Pedagogia.

 

Para atuar no acompanhamento pedagógico em Matemática nos anos finais, o mediador deve ser preferencialmente: licenciado em Matemática ou estudante do curso de Licenciatura em Matemática. Já para atuar no acompanhamento pedagógico em Língua Portuguesa nos anos finais ele deve ser preferencialmente Licenciado em Letras (Português) ou estudante de Licenciatura em Letras (Português).

 

Para atuar como facilitador é preciso ser brasileiro, ter a idade mínima de 18 anos no ato da inscrição e ser educador popular que concluiu o Ensino Médio e que demonstre experiência. O facilitador é o responsável pela realização das atividades selecionadas pelas unidades         escolares nos campos da Arte, Cultura, Esporte e Lazer sendo importante a experiência na área em que for atuar.

 

Poderá concorrer à seleção de Facilitador, pessoa da comunidade, com formação a partir de Nível Médio ou Professores e Estudantes de Curso Superior, com saberes, competências e habilidades apropriadas para o desenvolvimento das atividades. O edital completo está no DIOCORUMBÁ desta terça-feira, 22 de maio.