Evento na praça marca Dia Nacional de Luta Contra o Racismo

A Prefeitura Municipal de Corumbá e a Secretaria Especial de Cidadania e Direitos Humanos, por meio da Coordenadoria de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial, promoverá no dia 12 de maio, sábado, a partir das 18 horas na Praça de Independência, o evento “ CONTRIBUIÇÃO DA CULTURA AFRICANA,” alusivo ao dia 13 de maio – 130 anos da Lei Áurea, que aboliu a escravatura no Brasil, e que a partir da década de 80, essa data, ganhou uma nova nomenclatura, “ O DIA NACIONAL DE LUTA CONTRA O RACISMO”.

 

 

A luta contra o preconceito e o racismo é de toda a sociedade.

 

 

Os escravos receberam a liberdade após a assinatura da Lei Áurea, mas não tiveram condições de viver com dignidade, faltava-lhes moradia, trabalho, expectativas para viver a liberdade; viviam de sobras, mendigando trabalho em troca de alimento.

 

 

O evento contará com um mini teatro; apresentação dos grupos  de religião matriz-africana; balé Afro; samba de roda; resiliência poética; capoeira; música e praça da alimentação.

 

 

Destacamos neste mês o respeito para com os negros, mesmo com o Estatuto da Igualdade Racial, Lei 12.288, de 20 de julho de 2010, que efetiva a igualdade de oportunidades, a defesa dos direitos étnicos individuais, coletivo e difusos e o combate à discriminação e as demais formas de intolerância étnica.

 

 

O Brasil herdou muito da cultura africana: as religiões de matrizes africanas; a música; a culinária; o artesanato; a linguagem a dança; a capoeira; as festas populares, etc.

 

 

Será uma noite muita de muita alegria, mas também de reflexão, para nós que muitas vezes utilizamos as redes sociais, para postar xingamentos; quando acusamos o negro de ladrão, só porque é negro; quando chamamos o jogador negro de macaco e até oferecemos bananas; quando ensinamos nossos filhos a ter preconceito com as pessoas negras; quando não damos oportunidade de emprego para o negro; quando ignoramos o negro que trabalha no mesmo ambiente, negando-lhes um aperto de mão, um bom dia, uma boa tarde.

 

 

O dia é de reflexão, de avaliar as conquistas e denunciar toda e qualquer forma de preconceito.

 

 

Vamos reagir à violência racial!