Procedimentos odontológicos pelo Município sobem em mais de 100%

O Município de Corumbá dispõe de ampla rede de atendimento à saúde bucal da população. Em 2017, foram realizados 34.601 procedimentos odontológicos gerais em consultórios, além de 1.319 em ações coletivas. De acordo com último relatório de 2017, do segundo para o terceiro quadrimestre houve aumento de 106,38% no número de consultas e crescimento de 98,9% em tratamentos odontológicos.

 

De setembro até dezembro, o número de procedimentos totais realizados pelo setor de odontologia do Município superou a quantidade realizada nos primeiros oito meses de 2017. De consultas, tratamentos, diagnósticos por radiologia e serviços de média complexidade bucomaxilofacial foram realizados 15.729 de janeiro a agosto daquele ano. Já no último quadrimestre foram feitos 18.852 procedimentos, aumento de 19,85%.

 

A dentista Vanessa Delgado, coordenadora de Atenção Básica em Saúde Bucal da Secretaria Municipal de Saúde, explicou que o aumento nos números se deve a dois fatores: modificação na metodologia de trabalho e contratação de novos profissionais.

 

“Tivemos uma mudança nos protocolos de atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), onde passamos a fazer acolhimento diário com classificação de risco, ou seja, o paciente quando marca consulta já é acolhido para uma consulta naquele momento e dependendo de qual for a urgência, o procedimento já é realizado. Essa demanda espontânea, quando o paciente é consultado sem ter agendado, aumentou bastante”, explicou Vanessa.

 

Vanessa Delgado, coordenadora de Atenção Básica em Saúde Bucal. (Foto: Clóvis Neto)

As UBS realizam tratamentos odontológicos básicos como extrações, restaurações, limpeza de dentes e visitas periódicas. Os procedimentos de média complexidade, que precisam de especialistas, são realizados no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO). No local são feitos tratamentos de canal, cirurgias de porte maior, confecção de próteses dentárias, tratamentos de doenças gengivais e tratamentos odontopediátricos. Para o paciente chegar ao CEO é necessário encaminhamento do dentista da UBS.

 

Raio x e cirurgias


Do segundo para o terceiro quadrimestre do ano passado, os diagnósticos por radiologia subiram em 112%, saltando de 1.516 para 3.214. Isso porque os raios x eram realizados somente aos sábados, mas passaram a ser feitos de segunda a sexta-feira pela manhã, desde junho, também no CEO.

 

Com relação aos procedimentos bucomaxilofaciais, que subiram 109,5% (de 581 para 1.217), Vanessa explicou que o aumento se deu por causa da contratação de mais um cirurgião bucomaxilofacial. Além desse novo profissional, foram contratados no último semestre de 2017 um cirurgião especializado em endodontia (tratamento canal) e um odontopediatra.

 

Os procedimentos especializados também aumentaram por causa da ampliação da oferta no atendimento, já que desde maio o CEO passou a funcionar normalmente também à noite. No terceiro turno são oferecidos serviços de prótese, atendimento a pacientes especiais, endodontia, odontopediatria e cirurgia.

 

Gráfico comparativo dos três quadrimestres de 2017.

 

Só há duas Unidades Básicas de Saúde atualmente sem profissionais da odontologia. Na UBS Jardim dos Estados, a sala já foi adequada com cadeira instalada, faltando implantação de equipamentos periféricos. A reforma da sala de dentista da UBS Aeroporto II acabou de ser concluída e está em fase de estruturação com equipamentos. As demais UBS possuem sala estruturada e profissionais. As três equipes da zona rural também disponibilizam dentistas.

 

“A tendência desses números é aumentar porque vamos nos mudar para o novo CEO ainda neste semestre. Estamos aguardando a entrega dos materiais que foram licitados e o local terá porte muito maior que o que temos hoje, que tem apenas quatro salas de atendimento. O novo terá 10 salas, então, vamos conseguir ampliar bastante a capacidade de volume de atendimentos”, finalizou Vanessa Delgado, coordenadora de Atenção Básica em Saúde Bucal.