Com governador, prefeito discute andamento de projetos para Corumbá

O prefeito Marcelo Iunes manteve uma agenda de trabalho com o governador Reinaldo Azambuja na manhã desta segunda-feira, 26 de fevereiro. Na reunião, em Campo Grande, o chefe do Executivo corumbaense tratou de assuntos referentes taxa de esgoto cobrada pela Sanesul; reforma do hospital; além de questões relacionadas aos transportes aéreo e rodoviário de passageiros e à realização do Festival América do Sul Pantanal (FASP).

 

Ao governador, Iunes destacou a preocupação com o valor de 70% cobrado de taxa de esgoto sobre o valor da água, pela Sanesul. O prefeito – que busca a redução para um índice satisfatório – também informou a Reinaldo Azambuja que em dezembro ao ano passado iniciou as tratativas que podem levar à renovação da concessão do serviço de abastecimento de água e esgotamento sanitário no Município. O atual contrato foi assinado em 1999 e vence em 2019. O objetivo é garantir ampla discussão em torno de benefícios para a população numa eventual renovação contratual.

 

De acordo com o Governo, o Executivo Estadual vem investindo um total de R$ 85 milhões para garantir o abastecimento da cidade pelos próximos 30 anos, além da universalização do esgotamento sanitário.

 

O cronograma para obras de reforma da Santa Casa de Corumbá, único da região e que atende as populações de Corumbá, Ladário e das cidades bolivianas situadas na fronteira, também foi discutido com Azambuja. O governador garantiu o repasse de R$ 11 milhões para a prefeitura, que já concluiu o projeto de engenharia e o entregou à Secretaria de Estado de Saúde (SES), que celebrará o convênio. O projeto inclui a construção de um novo pronto socorro e de um núcleo obstétrico, reestruturação de todo o hospital e ampliação do número de leitos.

 

O prefeito manifestou ao chefe do Executivo Estadual a necessidade de novas rotas áreas atenderem Corumbá; discutiu a concessão do transporte rodoviário e a Nota Técnica sobre a proposta de Reajuste Anual das Tarifas do Serviço de Transporte Rodoviário Intermunicipal de Passageiros no Estado de Mato Grosso do Sul, que passa a vigorar a partir de 1º de abril de 2018.

 

A implantação de revestimento primário no acesso ao Porto Esperança, numa extensão de 12 quilômetros também foi tratada pelo prefeito. O valor orçado pelo Governo do Estado para a intervenção era, inicialmente, de R$ 2.969.620,84. Ainda foram discutidos detalhes para a realização da 14ª edição do Festival América do Sul Pantanal, prevista para acontecer entre 06 a 13 de maio deste ano.

 

Também participaram da reunião os vereadores Evander Vendramini (presidente da Câmara Municipal), Luciano Costa, Paulo Constante Bertini, Manoel Rodrigues, Rufo Vinagre e Adelar Chefer; além dos deputados estaduais Beto Pereira e Paulo Corrêa.