Campeã do Grupo Especial, Vila Mamona traz o medo como tema do desfile

Campeão do Grupo Especial em 2017, o G.R.E.S. Vila Mamona pretende manter o título com uma misteriosa temática. “A caixa se abriu e a Vila te pergunta: do que você tem medo?” é o enredo deste ano da agremiação carnavalesca que promete várias surpresas no decorrer do desfile. Os ensaios da escola ocorrem de segunda a sexta, das 20h às 23 horas, na quadra da sede.

 

Sem citar novidades e sem divulgar – por enquanto – o samba-enredo, o presidente da Escola de Samba comentou sobre o tema. “O enredo é algo bem místico, bem complexo. A escola vai vir com muitas coisas misteriosas. O tema vai partir disso. ‘Do que você tem medo?’, da morte, de aranha, barata, tudo o que você possa ter medo. O público pode esperar empenho, luta, garra e surpresas”, afirmou Marcelino de Toledo, presidente da Vila Mamona.

 

Cerca de 80 pessoas vão dar o ritmo do samba-enredo que vai ter como mestre de bateria Manoelzinho e a rainha será Katilene. Carlinhos e Ana Paula serão mestre-sala e porta-bandeira da Vila que vai se apresentar com aproximadamente 800 componentes. O público pode esperar bastante criatividade nos cinco carros alegóricos e nas 16 alas.

 

Atualmente, além do presidente Marcelino de Toledo, comandam a Vila Mamona a vice-presidente Joana Medeiros; Adélia Silva, 1ª secretária; Fernando Soares, 2º secretário; 1º tesoureiro Cadino e a Valéria, 2ª tesoureira. A sede da escola fica localizada na avenida Rio Branco, 580, no bairro Universitário. A comissão de frente é de responsabilidade de Cléber, da Oficina de Dança. A Vila Mamona será a terceira a desfilar na segunda-feira, 12 de fevereiro.

 

Ficha Técnica

Presidente: Marcelino de Toledo

Carnavalesco: Val de Tarso

Enredo: “A caixa se abriu e a Vila te pergunta: do que você tem medo?”

Autores do Samba-Enredo:

Mestre de Bateria: Manoelzinho

Ritmistas: 80

Rainha da Bateria: Katilene

Alas: 16

Componentes: 800 a 1.200

Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Carlinhos e Ana Paula

Carros Alegóricos: 05

Fundação: 1981

 

*Acadêmicos do Pantanal homenageia este ano a escola de samba mais antiga de Corumbá

*Império do Morro comemora 60 anos e promete desfile memorável

*Mocidade da Nova Corumbá leva cultura do povo cigano à passarela do samba

*Caprichosos de Corumbá ensaia desde dezembro e promete impactar público

*Imperatriz Corumbaense homenageia o “Garganta de Ouro do Pantanal”

*Enredo da Estação Primeira do Pantanal traz a história da bailarina Ana Paula Honório

*Unidos da Major Gama homenageia Tanabi, ícone da cultura corumbaense

*A Pesada leva ao Carnaval a história da missão do padre Ernesto Sassida

*Marquês de Sapucaí completa 30 anos e homenageia fundador