Beneficiados assinam contratos para habitação no conjunto Casa Nova II

Contratos de moradia dos beneficiados com apartamentos no Conjunto Casa Nova II foram assinados na tarde de quinta-feira, 07 de dezembro. São 200 famílias contempladas com o projeto habitacional que tem o objetivo de remanejar moradores de áreas de risco. As assinaturas foram feitas na sede da Gerência de Habitação e Regularização Fundiária da Prefeitura de Corumbá, na presença de representantes da Caixa Econômica, Prefeitura Municipal de Corumbá, VBC Engenharia e contou com parceria da Sanesul e Energisa para iniciar processo de ligação de água e luz nos apartamentos.

 

Os beneficiados passaram por três etapas. A primeira foi a assinatura do contrato, a segunda foi a conferência do contrato e o fornecimento de boletos, e a terceira a solicitação de ligação de água e luz. “Um boleto de pagamento único é referente ao início do condomínio porque para eles entrarem vai precisar de recursos para as luzes para os blocos, lixeiras para o centro comunitário e material de limpeza. O outro boleto é a taxa de condomínio que ficou em torno de R$ 67,00, que será valor mensal para manutenção da área em comum do local porque tem serviço de jardinagem, parte elétrica e reparos para manter o condomínio”, explicou Luciane Andreatta, gerente de Habitação e Regularização Fundiária da Prefeitura Municipal de Corumbá.

 

Saber que iria ganhar um apartamento para morar deixou dona Maria Catarina dos Santos radiante. Segundo ela, a notícia a fez mudar bastante, até o modo de encarar a vida. “Eu estou me sentindo muito feliz. Não vou dormir mais no sereno, é um presente muito grande. Hoje moro em um quartinho com meu filho que tem problema de saúde, vive de auxílio-doença, e uma neta. Os dois vão morar comigo”, disse dona Catarina. “Eu achei que ia morrer sem ter uma casinha, acabei de fazer 62 anos, agora vai ser uma vida nova. Eu mudei muito desde o início do processo para irmos morar no conjunto. Mudei tanto que disse ao meu filho que não vou levar nada velho para lá. Devagarzinho vou comprando as coisas novas. Quero pensar que velhice e pobreza ficaram para trás e vamos viver em uma casa melhor”, completou.

 

 

Bárbara de Almeida Siqueira está ansiosa para mudar de endereço. “Vou estar com meu sonho da casa nova. Vou ter um lugarzinho para mim. Vou ter minhas coisas, meu lar, estava precisando”, disse. Já Danieli Valmacedo de Almeida vai para o Casa Nova II com marido e cindo filhos. “Mudar para o conjunto significa segurança para meus filhos, conforto, um lugar bem mais estruturado, é uma realização do sonho. A assinatura do contrato é uma segurança, é a certeza de que aquilo é seu e agora só falta a chave e correr para a felicidade”, afirmou Danieli, que vive atualmente no Morro do Cruzeiro.

 

O conjunto é dividido em 25 blocos, com apartamentos térreos e no primeiro andar. Cada unidade conta com dois quartos, sala, cozinha conjugada à área de serviço e banheiro, além de hall de circulação. No início de cada escada, que dá acesso à unidade habitacional no primeiro andar, há extintores. Medidores de energia e de água individuais estão inseridos nos blocos. Espaço reservado para gás, no lado externo dos apartamentos, e tubulação já estão prontos para serem utilizados. O local conta com espaço verde e playground infantil. Fora do conjunto, há setor reservado à coleta municipal de lixo.

 

“É muito gratificante vê-los sorrindo apesar da ansiedade que eles estão para pegar a chave. Esse é um grupo que mapeamos no decorrer deste ano de 2017 e é um mapeamento que teve início em janeiro e vamos encerrar entregando a chave em dezembro, realmente é muito gratificante”, disse Luciane Andreatta. Ela garantiu que o conjunto será entregue ainda neste mês, mas não há data certa, já que o Município aguarda confirmação da agenda das autoridades do Governo Federal. Todo o processo para entrega dos apartamentos já está concluído.