Recuperação de Ruiter depende da reação do organismo no pós-operatório

Embora a cirurgia cardíaca tenha sido um sucesso, Ruiter passa pelo momento mais delicado do processo, que é o pós-operatório. O prefeito agora está no CTI acompanhado de médico anestesiologista, intensivista, cardiologista e do próprio cirurgião. Ele está em absoluta observação e tudo agora depende da resposta do organismo dele com relação aos medicamentos e ao procedimento operatório. O caso é grave e a família pede que as orações sejam intensificadas.

 

A cirurgia, que durou cerca de quatro horas, foi coordenada pelo cirurgião cardíaco João Jazbik Neto, no PRONCOR, em Campo Grande. De acordo com os médicos, o procedimento ocorreu como o esperado e o organismo reagiu conforme o previsto. No entanto, Ruiter deve permanecer sedado durante 24 horas, em observação no CTI, sem contato com ninguém. Nesse período, ele está sendo avaliado pelas equipes médicas que monitoram como toda a parte circulatória do organismo está respondendo à cirurgia.