Município mobiliza lideranças de bairros no combate ao Aedes e leishmaniose

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, promoveu reunião com líderes e presidentes de bairro para mobilização de combate a doenças transmitidas por mosquitos como dengue, zika, chikungunya e leishmaniose. Representantes da parte alta e baixa de Corumbá participaram do diálogo que aconteceu na manhã desta terça-feira, 21 de novembro, no auditório da Prefeitura.

 

“Corumbá está há cinco anos como município onde pode haver epidemia de dengue, zika e chikungunya, que são doenças relacionadas à proliferação do mosquito Aedes aegypti. Nossa intenção é chamar todos para que nos ajudem nesse combate e que também mobilizem a comunidade com a presença da Secretaria Municipal de Saúde para que façamos um trabalho de prevenção retirando lixo, limpando terrenos, cada um limpando a própria casa, deixando o bairro mais limpo, fazendo com que a infestação de larvas do mosquito não cresça”, afirmou Rogério Leite, secretário municipal de Saúde.

 

O secretário lembrou que teve início em Corumbá o período chuvoso e a primeira ação de combate ao mosquito no Estado foi realizada no Município.  “A preocupação continua a mesma, de estarmos mobilizando todos os munícipes e lideranças, contando com apoio das organizações militares. Não adianta o poder público municipal tentar fazer sozinho se a gente não conseguir mobilizar toda a população, órgãos civis e militares”.

 

De acordo com Rogério Leite, essa foi a primeira reunião com lideranças de bairros e, a partir de agora, serão realizadas visitas regionais. O processo de trabalho do Município vai começar com reuniões nas comunidades e suas lideranças. O intuito é que na semana seguinte à reunião possa ser executada ação de limpeza com a equipe da Saúde juntamente com os moradores de cada bairro.

 

Dentro desse contexto, será colocado em prática o projeto “Saúde no seu Bairro”, com o objetivo de realizar reuniões junto aos moradores e expor os indicadores críticos do bairro. Rosemary Metran, do Núcleo de Educação em Saúde, explicou que nesse projeto serão repassadas informações sobre dengue, zika e chikungunya como também leishmaniose e raiva. “Vamos fazer com que os moradores se conscientizem e venham também a dar essa contrapartida da responsabilidade, sejam corresponsáveis com a limpeza e higiene do bairro, a fim de que possamos combater essas doenças”, disse Rosemary.

 

A gerente de Vigilância em Saúde, Viviane Ametlla, afirmou que o Município já está desenvolvendo ações de combate ao Aedes aegypti através de parcerias. No último domingo, dia 19 de novembro, foi feita ação de educação em saúde no Popular Nova com auxílio dos Desbravadores, grupo de jovens escoteiros da Igreja Adventista. Na ocasião, depósitos acumuladores de água foram removidos das casas. “Vamos divulgar cronograma de ações posteriormente e envolver lideranças de bairros”, disse Viviane.

 

Paralelo a essas ações contra o mosquito transmissor da dengue, a Secretaria de Saúde está realizando atividade de combate à leishmaniose. A ação está concentrada no bairro Cristo Redentor e envolve Vigilância Sanitária, Centro de Controle de Vetores e Centro de Controle de Zoonoses. “Queremos chamar a atenção da população para a higiene e da limpeza dos quintais porque o maior vilão com relação à leishmaniose é o mosquito palha”, concluiu Ametlla.