Corumbá leva 1° lugar em duas categorias classificadas no prêmio Agrinho

Os alunos de Corumbá classificados no concurso do Programa Agrinho 2017 foram premiados na tarde desta quinta-feira, 26 de outubro. Das três categorias o município pantaneiro levou 1º lugar em duas delas. A cerimônia foi realizada em Campo Grande.

 

O aluno Matheus de Oliveira Santos, da Escola Municipal Pedro Paulo de Medeiros, ficou em 1° lugar na categoria Redação (6° ano). A professora orientadora foi Belkiss Bejarano dos Santos. Narjara Catherine de Arruda Areco, da Escola Municipal Cássio Leite de Barros, levou a primeira colocação na categoria Redação (9° ano). Foi orientada por José Gomes Pereira. A aluna Miriam Tássio Simão, da Escola Municipal José de Souza Damy, foi premiada em quinto lugar na categoria Desenho (1° ano) com orientação da professora Ana Paula Amaral.

 

Todos os alunos e professores receberam prêmios. Com o tema ‘Cultivando saúde, colhendo qualidade de vida’, foram inscritos, em 2017, 2.607 trabalhos. Atualmente, o projeto alcança 185 mil estudantes e 8 mil professores de 498 escolas públicas de 57 municípios do estado.

 

“Hoje Corumbá é o maior município atendido pelo Agrinho. Essa parceria vem dando certo Estamos de parabéns, no primeiro ano que participamos já tivemos esse resultado. Para o próximo ano vamos trabalhar mais para ganharmos mais prêmios com os professores. Foi uma grande experiência”, observou o subsecretário Municipal de Indústria, Comércio e Produção Rural, Luciano Leite. A secretaria Municipal de Educação, Maria Eulina Rocha dos Santos, também participou da cerimônia de premiação.

 

Durante todo o calendário letivo, o programa permitiu a formação continuada para professores e coordenadores do ensino fundamental, por meio de um material exclusivo que contempla toda a regionalidade com objetivo de agregar valores e potencialidades presentes no estado, destacando o território cultural, ambiental, econômico e geográfico, fundamentais para o fortalecimento do sentimento de pertencimento às raízes sul-mato-grossenses. Com informações da Assessoria de Imprensa da Famasul.