Ruiter reforça apoio à implantação da robótica na Rede Municipal de Ensino

Com a finalidade de promover o uso da robótica na Rede Municipal de Ensino da Prefeitura de Corumbá, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) organiza curso de Robótica Básica para professores. A aula inaugural aconteceu na noite desta quarta-feira, 27 de setembro, no auditório do IFMS. Estão inscritos 10 docentes no curso que faz parte do projeto RoboTICaMente, onde o termo “Robo” vem de robótica; o “TIC” é referente a Tecnologias da Informação e Comunicação; e o “Mente” tem sentido de conhecimento.

 

Na aula inaugural, o Sesi, as escolas estaduais João Leite de Barros, Carlos Castro Brasil e Nathercia Pompeo apresentaram projetos de robótica de estudantes que participaram de feiras estaduais e da Olimpíada Brasileira de Robótica. A finalidade foi mostrar na prática como se faz robótica em sala de aula e como ela trabalha as diversas disciplinas escolares.  

 

“Fiquei bastante impressionado com o que foi apresentado. Percebo o quanto precisamos avançar em alguns conceitos e estimular esse tipo de atividade. Estamos comemorando nesse período os 239 anos de Corumbá e tivemos a oportunidade de lançar pacote de obras de cerca de 96 milhões de reais, mas percebemos que momentos como este talvez sejam o mais importante porque estamos vendo a possibilidade do desenvolvimento da área do ensino”, afirmou o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira.

 

Ele destacou a interação multidisciplinar que existe nos projetos de robótica e como isso pode aperfeiçoar a rede pública de ensino, além de trabalhar questões sociais. “Não vimos só biologia, química, matemática, vimos em todos os projetos uma questão muito importante que é a cidadania. Todos os projetos apresentados se preocuparam em melhorar a sociedade de alguma forma, principalmente ajudar aquelas pessoas que precisam dessa atenção especial. Será um estímulo para que todos os demais alunos perseverem e continuem estudando e se dedicando a esses projetos”, disse Ruiter.

 

O chefe do Executivo municipal reiterou que a implantação da robótica na Rede Municipal de Ensino terá total apoio da atual gestão. “Tenho absoluta certeza que é mais um passo dado para aprimorar a educação, contribuindo para a formação de uma sociedade melhor”, afirmou o prefeito.

 

 

O professor Irai Aparecido Maiolino, assessor técnico pedagógico da Semed responsável pelo curso, explicou que a primeira intenção é capacitar os professores inscritos para trabalhar robótica nas escolas, a fim de que possam ser multiplicadores nas instituições onde atuam. No segundo momento do projeto, serão implantados núcleos de robótica. A Escola Municipal Barão do Rio Branco, a escola Caic Padre Ernesto Sassida e a Escola Municipal Rural Eutrópia Gomes Pedroso são as primeiras a implantar esses núcleos que serão orientados e acompanhados pela Secretaria de Educação. Esses grupos de estudo vão contar com auxílio de acadêmicos voluntários da UFMS e equipes de alunos e docentes do IFMS.

 

A plataforma de prototipagem eletrônica que será utilizada no curso e poderá ser usada pelos professores em sala de aula é a Arduino. “Essa placa tem o mesmo conceito que o software livre. É uma placa desenvolvida com objetivo educacional para ter o menor custo possível, justamente para que projetos de robótica possam ser desenvolvidos pela rede pública de ensino. No curso, vamos apresentar a plataforma Arduino e ensinarmos como utilizá-la”, explicou Irai Aparecido. A pretensão é que as escolas municipais possam participar da Olimpíada Brasileira de Robótica, que acontece todos os anos. O curso é a primeira parte de um projeto maior e tem duração de 40 horas, com aulas de três horas que serão ministradas aos sábados no Núcleo de Tecnologia Educacional de Corumbá (NTEC).

 

Coordenado pelo professor Irai Aparecido Maiolino, o curso de robótica será supervisionado pelo Núcleo do Ensino Fundamental da Secretaria Municipal de Educação, que tem como responsável a professora Zenaide Valéria Leite Olarte. Para ela, hoje em dia, há uma necessidade de se desenvolver práticas educativas e diferenciadas em sala de aula, algo que será possível através do projeto Roboticamente. “Atualmente, o alunos demonstram grande interesse pelas mídias digitais e, através da robótica educativa, eles vão poder desenvolvê-las nas mais diversas áreas de conhecimento. O projeto valoriza o protagonismo de nossos alunos, promove pesquisa, socialização, comunicação, criatividade e interação entre as diversas áreas de conhecimento, além de promover maior interação entre os professores da Reme”, finalizou a supervisora.