Cerest comemora dez anos promovendo melhor qualidade de vida ao trabalhador

Contribuindo para melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores, o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) comemora uma década de existência em Corumbá. Fundado em 25 de julho de 2007, na antiga gestão do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira, o Cerest tem fomentado prevenção em saúde e cooperado na reabilitação física e emocional de profissionais. Essa unidade regional, vinculada à Secretaria Municipal de Saúde, atende ao público de Corumbá e Ladário. O programa do Cerest está inserido na Política Nacional de Saúde do Trabalhador.

 

Durante solenidade alusiva ao aniversário do Centro de Referência, na manhã desta terça-feira, 25 de julho, o prefeito de Corumbá reafirmou o compromisso da administração municipal com a saúde do trabalhador. “É um serviço fundamental. A equipe que assumiu este ano a Saúde se comprometeu novamente com as atividades do Cerest, enxergando o Centro como local que valoriza a saúde dos profissionais da cidade. Estamos hoje comemorando esses dez anos sinalizando, acima de tudo, nosso compromisso para que essa unidade continue a prestar o serviço cada vez mais em benefício dos nossos trabalhadores”, afirmou Ruiter Cunha de Oliveira.

 

Assim que assumiu a Secretaria Municipal de Saúde, Rogério Leite percebeu que o Município poderia perder o Cerest e passou a trabalhar para que as atividades do órgão não fossem finalizadas em Corumbá. “Em fevereiro, recebemos um ofício informando que iríamos perder o serviço, da mesma forma que Dourados perdeu e, nessa iminência, entendíamos a importância do Centro de Referência e fizemos chamamento dos profissionais que passaram no concurso para formar a equipe. É muito importante que exista o Cerest porque nunca poderemos desempenhar nossa ação em saúde se a gente não entender a real condição de trabalho das pessoas. Hoje, o Cerest é referência no Estado como um Centro que faz as suas ações buscando sempre a prevenção e qualidade de vida do nosso trabalhador”, disse o secretário Rogério Leite.

 

Mariluce Leão, coordenadora do Cerest, afirmou que os serviços do setor têm avançado em Corumbá. O Centro está fazendo diversas notificações a fim de que um estudo possa ser realizado posteriormente com o objetivo de melhorar a prevenção em saúde dos trabalhadores. “O objetivo central do Cerest é fazer com que não ocorram acidentes de trabalho e doenças ocupacionais. Ao longo desses dez anos houve avanços significativos no município”, disse Mariluce.

 

Ela explicou que quando um profissional é atendido por alguma unidade de saúde e o caso está relacionado ao trabalho exercido pelo paciente, a rede sentinela repassa a informação ao Cerest, que providencia ações necessárias. “Se o trabalhador deu entrada nessas unidades, vai haver a triagem do DANT [Doenças e Agravos Não Transmissíveis], eles informam ao Cerest para que possamos fazer a busca ativa e avaliar se o trabalhador está realmente sendo acolhido pela rede, se seus direitos estão sendo respeitados. A gente trabalha até que esse profissional seja reabilitado e esteja em plena saúde”, explicou Mariluce Leão.

 

A vigilância em saúde do trabalhador atua no sentido de detectar, conhecer, pesquisar e analisar os fatores determinantes e condicionantes dos agravos à saúde relacionados aos processos e ambientes de trabalho com a finalidade de planejar, executar e avaliar intervenções sobre esses aspectos de forma a eliminá-los e controlá-los. O Cerest atende trabalhadores formais e informais (independente do vínculo empregatício).