Assistência Social percorre “Buracão da Treze” para identificar moradores

Equipe da Assistência Social realizou visitação à região conhecida como “Buracão da Treze” para identificar usuários de drogas e possíveis moradores. Participaram da ação Iber Mosciaro Gomes, coordenador do Centro Pop; Ramão Moreira, educador social da instituição; bem como Joneize Costa, gerente de Proteção Social Especial do Município, e Adelma Galeano, assessora de Políticas Sociais da Secretaria Municipal de Assistência Social.

 

“Fazia tempo que estávamos nos programando para descer o viaduto da Treze. Nosso objetivo era realmente identificar os usuários de drogas, mas o que nos surpreendeu é que encontramos muitas famílias que estão sem cobertura de políticas públicas, tanto da Assistência Social quanto da Saúde. Vamos fazer um planejamento agora para poder descer e fazer uma ação intersetorial com a presença de profissionais do CadÚnico, o assessor de trabalho, o pessoal do CRAS, para que a gente possa fazer o mapeamento dessas famílias e ver a real necessidade de atendimento delas”, afirmou Adelma Galeano.

 

Através da visita, foi constatado que há muitas pessoas sem documentação que frequentam o local ou que moram na região. A maioria delas não está inserida no Cadastro Único do Governo Federal e consequentemente não recebem nenhum tipo de benefício. A questão da moradia dessas pessoas também será avaliada. Já com os dependentes químicos que frequentam o ambiente, será feita nova abordagem para fazer compatibilização para identificar se já estão cadastrados junto ao Município.

 

Para Adelma Galeano, a aproximação do poder público a essas pessoas pode transformar a vida delas. “Eu acredito que podemos mudar, por isso temos batido na questão de que não adiantam ações pontuais. Temos insistido na formulação de uma política pública para essas pessoas e já temos colhido frutos das nossas ações. Algumas pessoas estão saindo das ruas e procurando nossa Casa de Passagem, outras já estão sendo inseridas no serviço do CAPS AD e hoje o projeto Reabilitar está chegando em seu teto máximo. Isso demonstra que esses moradores estão procurando tratamento, o que nos anima e nos ajuda a perceber que a mudança é possível”, concluiu Adelma Galeano, assessora de Políticas Sociais da Secretaria Municipal de Assistência Social.

 

A Assistência Social da Prefeitura Municipal de Corumbá divulgou recentemente levantamento feito junto às pessoas em situação de rua no município com a finalidade de propor políticas públicas para o setor. Com a intensificação das atividades do Centro Pop e da Assistência Social, muitas pessoas nessa situação estão procurando ajuda e saindo das ruas. Aos dependentes químicos, é oferecido tratamento e projeto de reinserção no mercado de trabalho. Confira matérias sobre o assunto clicando aqui.