12ª Conferência Municipal da Assistência Social é aberta em Corumbá

Na noite desta quinta-feira, 06 de julho, aconteceu a abertura da 12ª Conferência Municipal de Assistência Social de Corumbá, no auditório da Faculdade Salesiana de Santa Teresa. O prefeito Ruiter Cunha de Oliveira prestigiou o lançamento do evento que contou com a presença de diversos segmentos da sociedade. Salete Marinho de Sá, superintendente de Políticas Públicas da Assistência Social da Secretaria de Estado de Trabalho da Assistência Social, foi a responsável pela palestra magna. Mais de 160 interessados estão inscritos na conferência que prosseguirá na manhã e tarde desta sexta-feira, 07 de julho.

 

“Esse evento é fundamental porque dá um balizamento para que o poder público possa adotar sua política ouvindo principalmente os usuários, as pessoas que precisam de uma assistência social forte e proativa. A partir do momento que você tem uma conferência, você está democratizando as ações, você está oportunizando as pessoas para que elas possam dar sugestões nos diversos temas. É importante para que o Município possa definir sua política pública com base naquilo que as pessoas efetivamente, em especial os usuários, querem e desejam que a gente faça”, afirmou o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira.

 

Durante seu discurso, ele falou sobre a valorização dos servidores da Assistência Social do Município e comentou sobre o interesse da administração pública em realizar concurso para o setor. Destacou também a importância da integração da área com as demais pastas da Prefeitura para que as ações socioassistenciais tenham mais eficácia.

 

“Quando trabalhada com responsabilidade e compromisso, a assistência social busca a emancipação da nossa população mais carente, a autonomia das pessoas para que trabalhem, cresçam economicamente e pensem por si mesmas. O assistencialismo, por outro lado, aprisiona as pessoas na pobreza e no comodismo. É com essa clara distinção que temos buscado trabalhar em Corumbá, desde a nossa primeira gestão, em 2005. O dever mais nobre e essencial do Município é eliminar ou diminuir a vulnerabilidade dos que mais precisam, sem mantê-los dependentes”, afirmou Ruiter em seu discurso.

 

Haroldo Waltencyr Ribeiro Cavassa, secretário Municipal de Assistência Social, on controle social e a política pública do setor devem ser fortalecidos e consolidados. “Trabalharemos para que isso aconteça com um sistema público que garanta proteção social e amplie direitos na direção de um Brasil mais justo. Com o objetivo de propor e deliberar, com base na avaliação local, as diretrizes para a gestão de financiamento do Sistema Único da Assistência Social, reconhecendo a responsabilidade de cada ente federado, estamos oportunizando a participação de todos neste debate e avaliação da política de assistência social desse município”, disse Haroldo.

 

O secretário citou, durante discurso, as diversas ações realizadas pelo Município dentro da Assistência Social, como as atividades feitas pelo Centro de Qualificação para o Trabalho e a participação da Secretaria em reuniões com o terceiro setor, proporcionando também a intersetorialidade por meio de ações com as demais políticas públicas setoriais. O trabalho feito em parceria com a Defesa Civil com o aluguel social, de ajuda a pessoas desabrigadas ou em situação de vulnerabilidade social também foi lembrado. Ele expôs ainda a proposta de comitê intersetorial para elaboração do Plano Municipal de Enfrentamento à Violência, Abuso, Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes e a proposta da criação de mais um Conselho Tutelar. Adesão ao Programa Federal Criança Feliz, reformas em unidades do CRAS e projeto de reforma da sede da Secretaria também foram citados.