Oficina ensina como utilizar lixo orgânico na produção de composto para plantas

A Semana do Meio Ambiente prossegue com exposições, mini cursos e mesas-redondas. Na quinta-feira, 8 de junho, oficina sobre técnicas práticas para realização de compostagem de pequeno porte nível familiar foi ministrada no CRAS IV, no bairro Aeroporto. O mini curso, com duração de três horas, foi oferecido por Ricelly Aline Camargo de Sousa, engenheira agrônoma da Fundação de Meio Ambiente do Pantanal (FMAP).

 

“De uma forma simples, a compostagem é aproveitar a matéria orgânica que produzimos em casa, como restos de alimentos e até restos de limpeza de quintal, para produzir o próprio composto para colocar em plantas, na jardinagem, ou mesmo para gerar renda”, explicou Ricelly. Ela afirmou que no comércio, um quilo de composto de terra fertilizada está saindo por cerca de R$ 40,00 nas floriculturas. A transformação dos resíduos orgânicos em fertilizante sai mais barato e é mais benéfico ao meio ambiente.

 

A técnica é simples. O interessado deve acumular matéria orgânica em recipiente para poder iniciar o processo. É necessário pouco de terra ou capim como substituto deste solo. “O ideal seria a utilização do solo que você tem em casa, porque ele já tem minhocas e elas facilitam essa decomposição porque vão se alimentar também do composto. Mas só que infelizmente nem todo mundo tem acesso ao solo, aí pode ser colocado capim e os restos alimentares”, disse a engenheira agrônoma. Depois de misturada a terra com os resíduos orgânicos dentro de uma garrafa pet com furos, basta esperar alguns dias. O pote por baixo do composto deverá receber o chorume, que também pode ser utilizado como biofertilizante para plantas. Tudo é aproveitado no processo.

 

Bruna Claudino faz o curso Técnico de Meio Ambiente e achou a experiência muito interessante. “Hoje estou podendo ver que essa experiência é realmente muito boa para a gente fazer em casa, no próprio jardim ou no vaso de planta. Isso é muito importante também para contribuir com o meio ambiente, em vez de jogar esses alimentos que não servem mais no lixo. A gente pode reutilizá-lo na nossa casa e isso pode gerar renda também”.

 

Juliane Dias Lemos resolveu fazer a oficina por curiosidade. “Eu quis aprender para poder fazer em casa, usar algo mais natural. Eu gosto de cultivar plantas e isso vai me ajudar muito, principalmente no alface e na cebolinha, que são os alimentos que mais planto e uso em casa”, disse.

 

Pela segunda vez, o senhor Hermínio Xavier Mota participa de uma oficina durante a Semana do Meio Ambiente. Ele está aproveitando o tempo livre para aperfeiçoar métodos que, por experiência própria, faz em casa. “Sem dúvida, foi legal aprender coisas novas. Eu estava fazendo em casa meio sem rumo, mas agora vou continuar fazendo com as técnicas que aprendi. É algo bastante econômico a compostagem e não vou mais jogar fora restos de alimentos, vou fazer agora esse procedimento”, afirmou. Ele vai usar a técnica na sua plantação de verduras. “Vai ajudar bastante a desenvolver os ‘pezinhos’ de cebolinha”, afirmou Hermínio.

 

A Semana do Meio Ambiente acontece em Corumbá desde segunda-feira, 5 de junho, e segue com programação até amanhã. A Prefeitura de Corumbá conta com os seguintes parceiros para esta Semana: IMASUL, IBAMA, Instituto Homem Pantaneiro, Vale Complexo Corumbá, Embrapa Pantanal, Amor-Peixe, UFMS/CPAN, Geopark Bodoquena Pantanal, Instituto Federal de Mato Grosso Do Sul, Polícia Militar Ambiental, 17º BFRON – Batalhão de Fronteira, Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, GAPA, IPHAN, Sindicato Rural de Corumbá, SANESUL.

 

São patrocinadores a UNIPAV Engenharia LTDA, empresa Miguéis Turismo, Dolce Café, Eco Guias Soluções Ambientais, Posto Paulista Pneus Ltda, Caimasul – Caimans Do Sul Do Pantanal.

 

Confira programação de hoje e amanhã:

 

09 de junho

 

Oficina: “Artesanato com Argila”

Ministrante: Artesão Alex Rodrigues Sherman

Horário: 07h às 14h

Local: Porto Esperança (sede da Associação de Moradores do Distrito de Porto Esperança)

Público-alvo: Comunidade de Porto Esperança.

 

Visitação aos Laboratórios de Ensino do Curso de Ciências Biológicas da UFMS/CPAN –

Universidade Federal de Mato Grosso Do Sul – Campus Pantanal – UFMS/CPAN

Horário: Das 08 h às 11h

Local: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – Campus Pantanal

Público-alvo: Público em Geral

 

Visitação à Exposição Interativa e Atividades de Educação Ambiental

Horário: 09h às 11h e 14h às 17h

Local: Fundação Grupo O Boticário de proteção à Natureza

Público-alvo: Escolas Municipais, Estaduais, Particulares e Público em Geral

 

10 de junho


Trilha Ecológica de Bike no Parque Natural Municipal de Piraputangas

Horário: 08h30

Local: Parque Natural Municipal de Piraputangas

Público-alvo: Ciclistas Profissionais e Amadores

 

Premiação do Concurso de Fotografia “Fauna do Pantanal” (parceria: IBAMA e IHP)

Período: Vespertino

Local: IBAMA

Público-alvo: Fotógrafos Amadores da região de Corumbá/MS e Ladário/MS