Livros didáticos fora da validade são doados, esclarece Secretaria de Educação

A Secretaria Municipal de Educação esclarece que livros encontrados no lixão público de Corumbá não foram descartados pelas unidades escolares municipais. Embora algumas dessas obras sejam idênticas às utilizadas por turmas de Educação de Jovens e Adultos (EJA), turmas de 1º ao 9º ano, outros municípios e o próprio Estado também utilizam tais livros que são distribuídos pelo Programa Nacional do Livro Didático.

 

Gestores e coordenadores pedagógicos da Rede Municipal de Ensino de Corumbá estiveram in loco realizando averiguação das caixas contendo os livros escolares. Considerando que propostas de alteração do currículo escolar nacional se encontram ainda em discussão, ainda não foram adquiridos novos materiais escolares e, por este motivo, não haveria possibilidade de ter livros descartados da Educação de Jovens e Adultos da Reme de Corumbá.

 

Além disso, quando os livros perdem a validade e precisam ser descartados, todas as unidades escolares devem prestar informações sobre essas obras ao próprio Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Vale ressaltar que esses livros didáticos tem prazo de validade de três anos, sendo depois doados a bibliotecas e entidades filantrópicas.

 

Foi verificado também que outras obras descartadas no lixão não fazem parte do acervo da Rede Municipal de Ensino de Corumbá.