Com reitor da UFMS, prefeito discute formalização de parcerias

O prefeito Ruiter Cunha de Oliveira e o reitor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Marcelo Augusto Santos Turine, discutiram a formalização de parcerias entre o Executivo Municipal e a instituição de ensino na tarde desta sexta-feira, 30 de junho. O encontro, no gabinete da Prefeitura Municipal, também discutiu a possibilidade de novos cursos superiores no Campus do Pantanal, sediado em Corumbá, e a preocupação com a evasão de aluno nos cursos de graduação.

 

“Vim reforçar a consolidação da educação superior, da formação dos nossos jovens aqui em Corumbá, onde temos 14 cursos de graduação, com dois mestrados e queremos doutorado. O investimento da UFMS aqui, só em folha salarial, é de R$ 3,5 milhões. Não é um investimento pequeno e temos de fortalecer e consolidar as ações para desenvolvimento de Corumbá e Pantanal. Viemos aqui para colocar UFMS à disposição da gestão municipal, junto com os professores daqui e dos 10 municípios onde temos Campus para fortalecermos as políticas públicas, educação e gestores e lideres”, afirmou o reitor.

 

Turine informou ao prefeito que o curso de Medicina pretendido para o Campus do Pantanal, em Corumbá, segue em tramitação. “O curso de Medicina, que é um sonho, segue tramitando no Ministério da Educação e também nas instâncias da UFMS. Precisamos ter estrutura porque não é, simplesmente, abrir curso sem ter onde colocar alunos”, afirmou ao dizer que a situação política e econômica do Brasil “não é favorável à criação de novas estruturas. O reitor da UFMS disse que a preocupação é “diminuir a evasão dos alunos nos nossos cursos. Temos hoje 1.400 alunos e poderíamos estar com 2 mil alunos. Essa parceria que buscamos com o Município é para encontrarmos uma estratégia para diminuir”, finalizou.

 

Para o prefeito Ruiter Cunha, a reunião com o reitor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul foi bastante produtiva. “O reitor apresentou a possibilidade de parcerias em vários setores de atuação da UFMS. Também discutimos a possibilidade de implantação de cursos de educação a distância, que são possíveis. O Município estuda com bons olhos essas parcerias”, afirmou o chefe do Executivo corumbaense.