Prefeito e dirigentes do Corumbaense apresentam preparativos para a final

Nesta sexta-feira, 5 de maio, agentes da Prefeitura de Corumbá e dirigentes do time Corumbaense reuniram-se com o prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha de Oliveira para apresentar as medidas adotadas para a realização do jogo neste domingo. Nunca uma partida do Campeonato Estadual de Mato Grosso do Sul mobilizou tanta gente como a final entre Corumbaense e Novo. Os 5 mil ingressos colocados à venda para a decisão –  carga máxima do estádio Arthur Marinho – foram vendidos em poucas horas.

A final, que será transmitida ao vivo pela TV Morena em todo o Estado e, para amenizar a aflição dos apaixonados torcedores do centenário Carijó da Avenida, a Prefeitura de Corumbá, a principal incentivadora do clube nesta campanha histórica, vai montar um telão no estacionamento do estádio, no cruzamento entre as ruas 13 de Junho e Cyríaco de Toledo. “A capacidade do Arthur Marinho é boa, para 5 mil pessoas. Mas acabou ficando pequeno para tanta gente que quer ter a oportunidade de vivenciar junto com o time esse momento histórico, independente de resultado”, destacou o prefeito.

A Agência Municipal de Trânsito e Transporte (Agetrat) vai interditar as principais vias de acesso ao Arthur Marinho a partir das 12 horas. Serão 16 agentes de trânsito coordenando o fluxo de pedestres e veículos. Dentro e fora do estádio, o efetivo da Polícia Militar terá o reforço de 50 homens do Batalhão de Choque para garantir a segurança do espetáculo.

Com o apoio da Prefeitura, o presidente do clube, Luiz Bosco Delgado, ressaltou: “Antes mesmo de assumir o mandato, o prefeito Ruiter esteve conosco na preparação da equipe, viabilizando parceiros. Em dezembro, já tínhamos a estrutura montada e iniciamos os treinamentos. Temos muito a agradecer essa parceria que é fundamental para chegarmos onde estamos agora”. 

As ações fazem parte do compromisso da gestão com a cidade “Vai ser uma festa para o torcedor e para a cidade”, celebra Ruiter. Para acabar com a espera que já dura 33 anos sem um título expressivo, um empate basta para o Corumbaense ser campeão estadual. No jogo de ida, disputado em Campo Grande, o placar ficou em 1 a 1. Como tem melhor campanha que o adversário, o alvinegro pantaneiro tem a vantagem.

 

Equipe técnica no jogo

O técnico Douglas Ricardo terá praticamente o elenco inteiro à disposição. A única ausência é o zagueiro Rafael, punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso do Sul (TJD-MS) com quatro jogos de suspensão pela expulsão na semifinal, contra o Operário. Bazílio Amaral, técnico do Novo, também pode contar com todo seu plantel.

O juiz da decisão será Thiago Alencar Gonzaga. Cícero Alessandro de Souza e Daiane Caroline Muniz serão os auxiliares, com João Gilberto Fidias como quatro 4º árbitro e Moacir da Silva Soares como quinto árbitro.

Esta será a segunda vez que Thiago Alencar apitará uma decisão de Estadual. Em 2014, ele comandou o 1º jogo da final quando o Águia Negra venceu o Cene por 2 a 1 no Ninho da Águia. Corumbaense e Novo jogam às 15 horas no Arthur Marinho.