Dia D: Prefeitura disponibiliza 14 postos para vacinação contra gripe

Com mais de 100 profissionais trabalhando em 14 unidades de saúde, a Prefeitura de Corumbá montou uma grande estrutura para o Dia D da 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, neste sábado, 13 de maio.  A campanha de vacinação teve início em 17 de abril e a meta geral é imunizar 28.329 pessoas que integram os grupos prioritários. Os trabalhos são coordenados pela Secretaria Municipal de Saúde.

 

“Serão quarenta dias de vacinação, que foi dividida em quatro etapas. O Dia D é para os integrantes dos grupos prioritários que ainda não se vacinaram. A vacinação vai se estender até o dia 26 de maio. É importante que procurem os postos hoje e nos dias subsequentes. Por determinação do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira, fizemos um processo seletivo para chamamento de técnicos de enfermagem para atuação como vacinadores, para contemplarmos todas as unidades de saúde de Corumbá para que população chegue no posto e encontre vacinador”, afirmou o secretário Municipal de Saúde, Rogério Leite.

 

Moradora do bairro Dom Bosco, Rita Helena de Oliveira Navarros foi logo na abertura da imunização se vacinar com a família. “Vim com neto, esposo e filho. É importante para prevenir doenças, porque depois que a gente adoece complica. A vacina é uma garantia de saúde para toda a família”, disse assim que deixou a unidade de saúde.

 

O Dia D da 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza terá atendimento nos postos até as 16h30. Em Corumbá estão funcionando, neste sábado, as Unidades Básicas de Saúde (UBS) Beira Rio, Kadwéus, Nova Corumbá, Breno de Medeiros, Popular Velha, Padre Ernesto Sassida (que fica ao lado da escola Cidade Dom Bosco), Luiz Fragelli, Humberto Pereira, Aeroporto II, Pedro Paulo II, Gastão de Oliveira, Vitória Régia e Fernando Moutinho. O Município também montou um posto de imunização no centro comunitário do bairro Padre Ernesto Sassida.

 

A estimativa geral da Secretaria Municipal de Saúde é vacinar 2.538 profissionais de saúde; 3.048 crianças de 6 meses a 2 anos; 5.282 crianças de 2 a 4 anos; 1.524 gestantes; 251 puérperas; 160 indígenas; 9.729 idosos; 4.819 idosos com comorbidades; 766 privados de liberdade; e 212 funcionários do sistema prisional.

 

Este ano, a campanha foi dividida em quatro etapas. A primeira atendeu crianças de 6 meses a menores de 2 anos de idade (1 ano 11meses e 29 dias) e os profissionais de saúde. Depois, foram imunizadas as gestantes, puérperas e crianças de 2 anos a menores de 5 anos (4 anos 11meses e 29 dias). Na terceira etapa receberam a vacina os idosos com comorbidades, indígenas, privados de liberdade, funcionários do sistema prisional e professores.