Cem Dias de Gestão: Ruiter apresenta ações do Município no setor cultural

Nesta segunda-feira, 10 de abril, o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira apresentou um balanço de seus 100 dias de gestão, elencando cada um dos setores. “Os desafios foram identificados logo no início da nossa administração e definimos um plano de ação para dar continuidade aos serviços prestados pelo Município”, observou.

 

Na Cultura, apesar dos grandes desafios, o Carnaval 2017 foi planejado, organizado e executado em 30 dias. “Este Carnaval foi um piloto e demonstra o potencial de organização da equipe multidisciplinar envolvida”, lembrou o prefeito. Na noite mais movimentada, o Carnaval reuniu 25 mil pessoas na Avenida General Rondon e trouxe atrações nacionais. “Tivemos 40 mil pessoas no Carnaval, sendo 10 mil turistas. A rede hoteleira atingiu o limite de lotação, o comércio local sentiu o impacto positivo da festa e a operação de segurança garantiu a tranquilidade dos foliões”, complementou.

 

De acordo com o diretor-presidente da Fundação de Cultura Fundação de Cultura e Patrimônio Histórico de Corumbá, Luiz Mário do Nascimento Cambará, os resultados foram positivos por conta da organização do evento. “Apesar do prazo apertado, conseguimos aprimorar a organização do Carnaval, inserindo no cronograma atrações nacionais, oferecendo segurança aos foliões e ampliando a programação do carnaval”, explicou.

 

 “Trabalhamos com uma equipe que tem muitas ideias e projetos de melhoria nos serviços públicos. Esse é o perfil desta gestão: superar os problemas herdados da gestão anterior e olhar adiante usando os recursos que temos disponíveis”, avaliou Ruiter. “Foi demonstrado neste Carnaval que é possível otimizar recursos: com menos investimentos conseguimos ampliar o serviço de segurança privada, oferecer uma infraestrutura condizente com a proporção do evento, ter transmissão ao vivo e painéis de LED em toda a Avenida”, complementou.

 

Além do Carnaval, em 2017 o Município ofereceu apoio à realização do espetáculo Patas Arriba – Fronteiras Imaginárias, que recebeu o prêmio Funarte Klauss Vianna de Dança em 2015; passou a oferecer aulas na Oficina de Dança para 700 alunos; ofertou aulas na Academia de Música para 200 alunos. Em breve, os alunos da Oficina de Dança, Academia de Música, banda e coral vão dispor de um novo local para realização de atividades.

 

 

Com o objetivo de aprimorar o setor em Corumbá, o curso inédito de Formação Inicial Continuada em Agente Cultural foi oferecido em parceria com o Instituto Federal de Mato Grosso do Sul; e o FIC/Pantanal abriu o segundo edital desde sua criação, em 2009. Ambos como ação prevista para implementar o Sistema Municipal de Cultura.