Mocidade Independente da Nova Corumbá aposta nas vivências do trabalhador para garantir título

Campeã no Carnaval 2016, a Escola de Samba Mocidade Independente da Nova Corumbá, levará para a avenida na segunda-feira de carnaval, as lutas da classe trabalhadora do País. O ritmo da bateria Barcelona comandada pelo mestre Diego e composta por cem ritmistas, levará ao público a intensidade e a garra do trabalhador brasileiro.

 

Com o enredo “Chegou a hora dessa gente bronzeada mostrar o seu valor”, a agremiação fará homenagens aos cidadãos que constroem a riqueza do Brasil, levando para a passarela 800 componentes divididos em 15 alas para contar toda a história. Dois casais de mestres-salas e porta-bandeiras exaltarão o pavilhão da escola junto aos foliões.

 

De acordo com a presidente da Escola, Fernanda Vanucci, que já ostenta três títulos, o contexto da apresentação está em demonstrar o quão valoroso o trabalhador é, “estamos levando para a avenida uma homenagem à classe trabalhadora, não só pelo momento que o País está atravessando, mas também para reverenciar essas pessoas que fazem o Brasil crescer e movimentam a economia, e transformam o País em um lugar melhor”.

 

Para o carnavalesco Val Araújo, o desafio será apresentar de forma lúdica a evolução cronológica do tema escolhido para o desfile, “traremos muito brilho e detalhes para mostrar de maneira diferenciada a importância de cada profissional”. Além do desfile, a Escola de Samba realiza ações sociais no bairro Nova Corumbá, “nós oferecemos oficinas para as crianças do bairro e levamos adiante o projeto de Clube de Mães. Para mim, a função da escola de samba também é essa”, explica Vanucci.

 

Os ensaios acontecem de segunda a sexta-feira, a partir das 20 horas, na rua Marechal Floriano, 195 , bairro Nova Corumbá.

 

Ficha Técnica

 

Data de Fundação: 22-06-1999

Sede: Rua Marechal Floriano, 195, bairro Nova Corumbá

Presidente: Fernanda Vanucci

Carnavalesco: Val Araújo

Diretor de carnaval: Inocente Eréco

Enredo: “Chegou a hora dessa gente bronzeada mostrar o seu valor”

Autor do samba-enredo:

Mestre de bateria: Diego Rojas

Ritmistas: 100

Rainha da bateria: Carol Castelo

Alas: 15

Componentes: 1000

Mestre-sala e porta-bandeira: Edélton e Valessa

Carros alegóricos: cinco